Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (2 votes)

Vale-gás nacional: quem é do BPC vai poder receber benefício em janeiro

De acordo com o próprio Governo Federal, usuários do BPC também poderão receber o vale-gás nacional agora em janeiro

O Governo Federal deverá começar na próxima semana os pagamentos de janeiro do vale-gás nacional. De acordo com o Ministério da Cidadania, algo em torno de 5,4 milhões de pessoas poderão receber o beneficio. A primeira liberação acontece no próximo dia 18 e a última no dia 31 deste mês.

Todo mundo sabe que esse benefício vai ser pago preferencialmente para as pessoas que já estão no Auxílio Brasil. De acordo com um decreto baixado pelo próprio Governo Federal, esse é o grupo de indivíduos que vai ter prioridade no recebimento. Mas o fato é que não são apenas eles que irão receber o dinheiro.

De acordo com as regras originais do Auxílio Brasil, o Governo também deve pagar o dinheiro para quem faz parte do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Para quem não sabe, esse é um programa do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social.

Tratam-se portanto de idosos acima de 65 anos de idade e de outros cidadãos que possuem algum tipo de deficiência física e/ou intelectual. Eles recebem essa ajuda previdenciária porque se sabe que essas pessoas não estão podendo suprir as suas necessidades especiais neste momento de aumento do custo de vida.

Como sabemos, o valor do BPC é o mesmo do salário mínimo. Então para o ano de 2022, eles devem receber por mês um montante de R$ 1.212. Para além disso, esse público também vai poder pegar a quantia do vale-gás nacional. Ao que se sabe, será possível acumular os dois valores em questão.

Como vai funcionar o vale-gás

Para quem ainda não entendeu, o vale-gás nacional vai pagar sempre pelo menos a metade do preço médio nacional de um botijão de gás. Para este mês de janeiro, o valor vai ser de R$ 52.

Esses repasses não acontecerão todos os meses. De acordo com o próprio Ministério da Cidadania, as liberações irão acontecer de forma bimestral. Como o primeiro pagamento aconteceu oficialmente em dezembro, então, o segundo ocorreu em fevereiro.

Quantidade de usuários

O número de usuários do vale-gás é sempre motivo de muita polêmica. Em dezembro, estima-se que algo em torno de 100 mil pessoas receberam o benefício. Foram só aquelas que moram em regiões muito atingidas pelas chuvas na Bahia e em Minas Gerais.

Para este mês de janeiro, o Ministério da Cidadania compreende que terá que realizar os pagamentos retroativos para cerca de 5,4 milhões. O Planalto segue prometendo que vai inserir mais gente nos próximos meses.

E o Auxílio Emergencial?

O Auxílio Emergencial chegou ao fim oficialmente no último mês de outubro do ano passado. Pelo que se sabe até aqui, algo em torno de 39 milhões de pessoas receberam pelo menos uma parcela desse projeto no ano passado.

De acordo com informações de bastidores, esse programa não deve retornar. O que o Governo deverá fazer é apenas o pagamento de um retroativo para os pais solteiros que receberam R$ 600 durante as primeiras liberações de 2020. Ainda não há, no entanto, uma data prevista para isso acontecer.

5/5 - (2 votes)
1 comentário
  1. Nilza Diz

    Engraçado estou doente não recebo nada com um recurso no inss desde 2019 não tenho capacidade trabalhar e quem recebe benefício é quem já recebe.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.