Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

UFPR amplia locais de aplicação das provas do Vestibular 2023

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) informou nesta quinta-feira (5) que vai ampliar o número de cidades para a aplicação das provas do Vestibular 2023. Desse modo, o número de cidades que vão sediar a 1ª fase vai aumentar de seis para doze.

De acordo com a universidade, o Vestibular 2023 da UFPR será realizado em Cascavel, Garapuava, Londrina, Maringá e Paranaguá, além das cidades de Curitiba, Pontal do Paraná, Toledo, Jandaia do Sul, Matinhos e Palotina, que já sediam o exame. Além disso, a cidade de Joinville, em Santa Catarina, vai sediar o processo seletivo pela primeira vez. 

Segundo o professor José Carlos Eidam, coordenador geral do Núcleo de Concursos da UFPR, o objetivo é de aproximar os candidatos dos locais de prova, evitando, assim, grandes deslocamentos.

A UFPR informou ainda que o aumento de cidades que receberão o vestibular leva em conta o fato de que grande parte dos inscritos nos vestibulares da UFPR são de fora da Região Metropolitana de Curitiba. Conforme os dados da universidade, na última edição do vestibular, realizada em fevereiro em fase única, 75% dos inscritos eram do Paraná e, destes, 36% moram em cidades fora da RMC.

A universidade explica ainda que a inclusão de uma cidade de Santa Carina nos locais de aplicação das provas se deve pelo fato do estado ser o segundo com mais estudantes inscritos no vestibular da UFPR. 

A aplicação das provas da 2ª fase será em Curitiba, Jandaia do Sul, Matinhos, Palotina e Toledo.

Datas das provas

Conforme divulgado pela UFPR, as provas da 1ª fase do Vestibular 2023 serão aplicadas no dia 23 de outubro. Já a 2ª fase está prevista para o dia 4 de dezembro. Haverá ainda a aplicação de provas específicas e de habilidades específicas no dia 5 de dezembro.

As obras literárias exigidas no processo seletivo são as seguintes: Casa de Pensão, de Aluísio de Azevedo; Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto; Nove Noites, de Bernardo Carvalho; O livro das semelhanças, de Ana Martins Marques; O Uraguai, de Basílio da Gama; Quarto de Despejo, de Carolina Maria de Jesus; Sagarana, de Guimarães Rosa; e Últimos Cantos, de Gonçalves Dias.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também UFRGS informa lista de obras literárias de leitura obrigatória para Vestibular 2023; saiba mais.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.