Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

O que acontece se o trabalhador não sacar o saldo do FGTS?

O saque extraordinário do FGTS começou a ser pago no dia 20 de abril. A organização do calendário é definida de acordo com o mês de nascimento de cada trabalhador. Neste momento, o valor máximo de saque permitido é de R$ 1.000 para cada conta.

Mas o que pode acontecer no caso de o trabalhador não realizar o resgate do FGTS durante o prazo permitido? Basicamente, se entende que o calendário de saque vai até o dia 15 de junho para os cidadãos nascidos até dezembro e que poderão realizar o resgate do FGTS por uma cota única.

Depois que o valor estiver disponível em conta, o trabalhador pode usar esse dinheiro para pagar as suas contas, usando o dinheiro na função débito, até mesmo fazer compras nos supermercados e em outros estabelecimentos. De acordo com o Governo Federal, cerca de R$ 30 bilhões vão ser liberados e injetados na economia.

Por onde será possível movimentar o dinheiro do FGTS?

A movimentação do dinheiro do FGTS vai ocorrer diretamente pelo aplicativo da Caixa Tem. Porém, desde já, o cidadão conta com a opção de não realizar o resgate do FGTS. Para isso, ele deve acessar o aplicativo do FGTS, ou então se dirigir a uma agência da Caixa Econômica Federal e informar que não deseja realizar o saque.

Se o valor estiver disponível na poupança social digital e o cidadão escolher por não usar o valor do saque extraordinário, a partir do dia 15 de dezembro de 2022 essa quantia vai retornar para a conta do FGTS. O valor que não for resgatado do FGTS volta para a sua conta de origem e é corrigido de acordo com a inflação.

Isso mostra que o dinheiro que volta para a conta do trabalhador não irá lhe acarretar prejuízos, simplesmente pelo fato de não ter realizado o saque. Se o cidadão optar por retirar apenas uma parte do valor, o sistema vai entender que no final das contas ele teve interesse de realizar o saque.

Saque-aniversário do Fundo de Garantia: como aderir?

Sim, neste momento além da possibilidade de realizar o saque extraordinário do FGTS, os trabalhadores também podem tentar aderir ao Saque Aniversário. Para isso, é preciso acessar o FGTS junto à Caixa Econômica Federal ou se dirigir a uma agência do banco estatal.

A parcela máxima pode chegar a R$ 2.900,00, para contas que possuem um saldo acima de R$ 20.000,00. Quando os valores forem liberados na conta do trabalhador, o mesmo terá até três meses para realizar o saque. O período para saque será até dezembro de 2023.

Uma novidade em relação ao saldo do FGTS é que já é possível receber um extrato diretamente em sua casa, através de uma correspondência. É possível informar o seu endereço através da Internet, de uma agência da Caixa Econômica Federal ou pelo telefone 0800 726 01 01, ligação que pode ser feita sem custos.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Sem comentários
  1. Joseane da silva muniz Diz

    Trabalhei em 2011 de carteira assinada ate 2013 agora tou des de 24 02 2021 trabalhando de carteira assinada meu aniversário 18 02 tenho direito

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.