Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Termina HOJE (30) o prazo final para saque do PIS/Pasep

Nesta quarta-feira (30) termina o prazo final para saque do PIS e Pasep. Sendo assim, mais de 467 mil brasileiros ainda não sacaram o benefício de aproximadamente R$ 309 milhões, referentes ao abono salarial do período de 2020 até 2021. Portanto, estes mais de 400 mil brasileiros precisam sacar até o fim do dia, ou perderão o benefício.

O PIS, que é pago para trabalhadores da iniciativa privada, possui valor total de R$ 214 milhões. Nesse sentido, o dinheiro é destinado a mais de 327 mil trabalhadores que ainda não sacaram o benefício. Os dados foram informados pela Caixa Econômica Federal (CEF) na sexta-feira (25)

Já o Pasep, que é pago pelo Banco do Brasil para trabalhadores do setor público, possui saldo total de R$ 65 milhões. O valor é pago para cerca de 140 mil trabalhadores que ainda não sacaram o abono. Os dados estão de acordo com o que foi informado pelo Banco do Brasil.

Ademais, o calendário de pagamentos começou em 2020 e leva em consideração o mês de nascimento e o número final da inscrição dos beneficiários. Deste modo, os trabalhadores que não efetuarem o saque do PIS e Pasep até esta quarta-feira, terão que esperar o início do próximo calendário do abono salarial, previsto apenas para 2022.

Qual o valor e quem tem direito ao PIS e Pasep?

O valor do PIS e Pasep 2020-2021 depende do período trabalhado formalmente em 2019 e pode variar de R$ 92 a R$ 1.100. Deste modo, apenas os beneficiários que trabalharam os 12 meses do ano de 2019 podem receber o salário mínimo completo. Anualmente, cerca de 23 milhões de trabalhadores recebem o benefício.

Nesse sentido, para ter direito, o trabalhador precisa seguir os seguintes requisitos:

  • Estar cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;

  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos com carteira assinada em 2019;

  • Ter exercido atividade remunerada para pessoa jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;

  • Ter seus dados informados pelo empregador corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.

Como consultar e como sacar o benefício

Para sacar o PIS, o trabalhador precisa possuir o Cartão do Cidadão, possuir senha cadastrada e se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou uma casa lotérica. Mas caso o beneficiário não possua o Cartão do Cidadão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação do documento de identificação.

A Caixa informou que já pagou R$ 17 bilhões para 22 milhões de trabalhadores, sendo que 6,3 milhões receberam na conta Poupança Social Digital. Os trabalhadores que não têm outro tipo de conta corrente ou poupança no banco para receber o PIS e Pasep podem movimentar os recursos por meio do aplicativo Caixa Tem.

Por fim, o próximo calendário do PIS e Pasep terá início apenas em 2022. A decisão do calendário foi tomada pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), que é formado por representantes do governo federal, dos trabalhadores e dos patrões.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.