Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Tabela do imposto de renda: confira o que pode mudar para você

O governo federal enviou, nesta sexta-feira (25), ao Congresso o projeto de lei que propõe uma nova tabela de do imposto de renda.

Pelo que o texto propõe, quem recebe até R$ 2,5 mil com a nova tabela do imposto de renda não precisaria mais pagar este tipo de tributo.

No total, a isenção atingiria um total de 16,3 milhões de trabalhadores, um aumento de 5,6 milhões em relação ao imposto de renda 2021, ano-base 2020.

Sendo que de acordo com o ministério da Economia, 50% dos atuais declarantes não seriam mais obrigados a pagar o IR.

Cálculo do imposto de renda

A tabela do imposto de renda para outras faixas também será alterada. Por exemplo, antes na faixa de R$ 3 mil a porcentagem da alíquota era de 15%, o que poderá ser reduzido para 7,5% se o texto for aprovado como está.

Importante mencionar que todas as pessoas terão os primeiros R$ 2,5 mil dos rendimentos isentos e só o restante (se houver) será tributado.

Isso acontece porque uma pessoa que ganha R$ 4 mil, por exemplo, não tem desconto de 22,5% sobre sua renda total.

Neste caso, os primeiros  R$ 1.903,98 (conforme tabela atual) são isentos. O restante do valor, que não passar de R$ 2.826,65, será tributado em 7,5%, e assim sucessivamente.

Tabela do imposto de renda, defasagem e promessa de Bolsonaro

A tabela do imposto de renda já acumula defasagem de 113,09%, levando em consideração a inflação entre 1996 a 2019. Com isso, os valores da isenção, para repor esta perda, deveriam atingir pelo menos R$ 4.022,89.

Os dados são do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco).]

Veja também: 5 dicas INFALÍVEIS para aumentar o seu score

O valor é superior ao que propõe o reajuste do governo de apenas R$ 2,5 mil. A correção proposta também é metade do que prometeu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em campanha.

Na época candidato ao Executivo, Bolsonaro teria prometido elevar a isenção para pessoas que ganham até R$ 5 mil, tempos depois mencionou que trabalhava para alcançar a isenção para quem recebia até R$ 3 mil.

Por fim, a proposta de alteração da tabela do imposto de renda fechou em apenas metade do que Bolsonaro prometeu inicialmente.

Confira abaixo a tabela atual e a nova proposta no texto enviado para o Congresso:

 

Atual da tabela do  imposto de renda
ContribuintesFaixasAlíquota
10,7 miAté R$ 1.903,980%
6,8 miR$ 1.903,99 a R$ 2.826,657,50%
3,7 miR$ 2.826,66 a R$ 3.751,0515%
2,3 miR$ 3.751,06 a R$ 4.664,6822,50%
6,9 miAcima de R$ R$ 4.664,6827,50%
Atualização da tabela do  imposto de renda
ContribuintesFaixasAlíquota
16,3 miAté R$2,5 mil0%
2,8R$ 2,5 mil até R$3,27,50%
3,6R$ 3.200,01 até R$ 4.25015%
2,2R$ 4.250,01 até R$ 5.30022,50%
6,3Acima de R$ 5.30027,50%
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.