Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Seguro desemprego em 2022: Confira os novos valores

O benefício permite o pagamento de três a cinco parcelas no valor mínimo de um salário mínimo para o trabalhador com carteira assinada demitido sem justa causa.

Com o reajuste do salário mínimo, outros benefícios e serviços que utilizam como base a remuneração também terão seus valores corrigidos a partir de janeiro de 2022. Um deles é o seguro desemprego.

O benefício permite o pagamento de três a cinco parcelas no valor mínimo de um salário mínimo para o trabalhador com carteira assinada demitido sem justa causa. Neste caso, os cidadãos terão direito a R$ 1.212.

Como calcular seguro desemprego?

Para isso, é preciso considerar a média dos três últimos salários recebidos durante o período de vigência do regime CLT de trabalho. Veja:

  • Encontre a média dos três últimos salários recebidos;
  • Se o resultado deu acima de R$ 1686,79 é necessário multiplicar esse valor por 0,80;
  • Até R$ 2811, o valor excedido ao informado acima precisa ser multiplicado por 0,50 e depois somado a R$ 1349,43;
  • Acima de R$ 2811,60, o valor pago é fixo e é definido como R$ 1911,84.

Vale ressaltar que o valor máximo do seguro desemprego em 2022 ainda deve ser divulgado pelo Governo Federal, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). A previsão é que isso ocorra no dia 11 de janeiro.

O que preciso para solicitar o seguro desemprego em 2022?

Após a demissão sem justa causa, o funcionário terá que encaminhar a solicitação para receber o valor do seguro até um certo prazo, contando com um tempo mínimo e máximo. Confira:

  • Trabalhador formal: do 7º ao 120º dia após a data da demissão;
  • Pescador artesanal: durante o período de defeso, em até 120 dias do início da proibição;
  • Empregado doméstico: do 7º ao 90º dia, contados da data da dispensa;
  • Empregado afastado para qualificação: durante a suspensão do contrato de trabalho;
  • Trabalhador resgatado: até o 90º dia, a contar da data do resgate.

Veja como solicitar o seguro desemprego pelo aplicativo da Carteira Digital:

  1. Instale o aplicativo no seu celular;
  2. Toque em “Entrar”;
  3. Digite o seu CPF e clique em “Próxima”;
  4. Faça o cadastro solicitado e clique em “Continuar”;
  5. Crie a senha de acesso;
  6. Autorize o uso dos dados pessoais;
  7. Selecione a opção “Benefícios”;
  8. Clique em “Solicitar”.

Lembrado que será necessário o número gerado no Requerimento do seguro desemprego para realizar o cadastro.

Outros meios para solicitar o seguro desemprego

Presencialmente nas Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego (SRTE), Secretaria Especial da Previdência e Trabalho (SEPT), Sistema Nacional de Emprego (SINE) e outros postos credenciados pelo Ministério do Trabalho e Previdência

De forma digital pelo Portal Gov.br., pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital ou pelo telefone da central no número 158.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.