Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (10 votes)

Salário mínimo do estado de São Paulo sobe para R$ 1.306

A aprovação do novo salário mínimo dentro do estado de São Paulo, medida recente que foi aprovada pela Assembleia, agora vai passar pela sanção do atual Governador João Dória. O gestor terá até 15 dias úteis para analisar o projeto e a medida deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado.

O novo salário mínimo vigente para o estado de São Paulo já foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado, mais precisamente na última quarta-feira (23). Portanto, o reajuste do salário mínimo em São Paulo alcançou os 10,3%, percentual acumulado durante os meses de novembro de 2020 e outubro de 2021.

Desta maneira, as duas faixas trabalhadas para as funções específicas no estado de São Paulo passam a subir dos R$ 1.284 aos atuais R$ 1.306, ficando um pouco acima do atual salário mínimo vigente nacional, que ficou alocado em R$ 1.212.

À primeira vista, se reflete a intenção do estado em honrar o compromisso através de um acréscimo na renda dos trabalhadores paulistas, sem prejuízo da preservação econômica que os empregadores possuem atualmente no estado mais rico do Brasil neste momento.

Projeto foi encaminhado pelo Governador do Estado de São Paulo

O projeto foi encomendado pelo Governador do Estado de São Paulo, João Dória. Uma série de estudos haviam sido praticados pela equipe de Desenvolvimento Econômico. Segundo o que consta no documento, os valores não se sobressaem aos que constam atualmente no piso nacional.

Após o reajuste do salário mínimo aprovado para os trabalhadores em todo o estado de São Paulo, uma série de profissionais vão poder se beneficiar com o novo reajuste definido pelo Governo Estadual e nos próximos 9 meses do ano terão um alento maior para seus sustentos.

Os trabalhadores domésticos, serventes, trabalhadores agropecuários e florestais, pescadores, mensageiros e trabalhadores de serviços de limpeza, trabalhadores de serviços de manutenção de áreas verdes e logradouros públicos, auxiliares de serviços gerais e empregos não comercializados, todos estão fazendo parte do reajuste salarial.

Faixa de R$ 1.306 do novo salário mínimo em São Paulo

Conforme o texto que foi aprovado, a nova faixa salarial mínima no estado de São Paulo ficou fixada a R$ 1.306. Os trabalhadores de serviços de higiene e saúde, além de chefes de serviços de transporte que também estarão inclusos.

Da mesma forma, os estados do Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul também seguem São Paulo e estabelecem um salário mínimo vigente que é diferente do piso nacional. No Rio Grande do Sul, o piso regional foi modificado em 2022 e chega a até R$ 1.654,50 ou então no caso do Paraná, onde o reajuste fixou o salário em até R$ 1.696,20.

Sendo assim, agora a medida segue para a sanção do Governador João Dória e que se terá até 15 dias úteis para que de fato o estado de São Paulo altere o salário mínimo vigente deste ano e ultrapasse o piso nacional que foi imposto

4/5 - (10 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

2 Comentários
  1. Thiago Diz

    NÓS TEMOS CARAS DE PALHAÇO. KKKKKKK

  2. Juvenil dos Santos Diz

    O João não vai aprovar este aumento porque caracteriza compra de votos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.