Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Salário mínimo 2021 AUMENTA mais que o esperado novamente; veja o valor

O Ministério da Economia fixou um novo salário mínimo de 2021 de meta de déficit primário para 2021 em R$ 247,1 bilhões, ao encaminhar uma atualização da proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Em abril, ao entregar a primeira versão da proposta (PLN 9/20), o Ministério da Economia havia sugerido meta fiscal flexível. O valor seria alterado ao longo do ano conforme a evolução das receitas ante o teto dos gastos, já definido em R$ 1,486 trilhão.

Na época, o governo argumentou que a pandemia de coronavírus havia criado dificuldades para avaliação do cenário econômico futuro. Já na apresentação da proposta de LDO foram feitos alertas para a necessidade de ajustes no texto, formalizados agora.

Além disso, o Tribunal de Contas da União (TCU) questionou a hipótese de meta flexível, uma inovação na prática das contas públicas. Além de inconstitucional, para o TCU essa ideia afronta a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que exigiria meta fixa.

Dados comparativos
O novo resultado primário – receitas menos despesas antes do pagamento de juros – equivale a 3,16% do Produto Interno Bruto (PIB) projetado para 2021, de R$ 7,81 trilhões. Também supera os R$ 233,6 bilhões citados na proposta de Orçamento (PLN 28/20).

Essa meta fiscal considera o governo central – Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência Social. Neste ano, devido aos gastos em razão da Covid-19, o déficit primário do governo central deve chegar a R$ 844,6 bilhões (11,7% do PIB).

Pelo terceiro ano consecutivo o Executivo incluiu dispositivo para contornar a chamada “regra de ouro”. A Constituição proíbe a realização de operações de crédito (emissão de títulos públicos) que excedam as despesas de capital (investimentos e amortizações).

Salário Mínimo de 2021

Na nova versão do projeto da LDO, o salário mínimo em janeiro próximo deverá passar dos atuais R$ 1.045 para R$ 1.088. Essa correção considera a estimativa da inflação acumulada neste ano conforme o INPC, de 4,1%.

Conforme o texto original do projeto de LDO, cada R$ 1 a mais no salário mínimo eleva as despesas líquidas em R$ 304,9 milhões no ano. Já o aumento de 0,1 ponto percentual no INPC gera impacto líquido de R$ 720,8 milhões.

A previsão de outros parâmetros econômicos para 2021 foram todos corrigidos em relação a abril:
– a taxa de crescimento real do PIB oscilou de 3,3% para 3,2%;
– a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e acumulada no ano baixou de 3,6% para 3,2%;
– a Taxa Selic, na média anual, caiu de 4,4% para 2,1%; e
– a taxa de câmbio média no ano, antes em R$ 4,30 por dólar, foi elevada para R$ 5,30.

A atualização feita pela equipe econômica traz ainda dois outros tópicos: requisitos para transição de estatais dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social, no qual aparecem as dependentes de dinheiro público, para o Orçamento de Investimento, que reúne Petrobras e outras; e detalhamentos para caracterizar “substituição de servidores” no caso de contrato temporário ou terceirização.

Rito sumário
Fato inédito, a proposta de LDO será analisada neste ano diretamente pelo Congresso Nacional, sem parecer da Comissão Mista de Orçamento (CMO). As sessões remotas reunirão separadamente deputados e senadores, nos termos do rito sumário na pandemia.

Conforme o rodízio anual entre Câmara e Senado, neste ano a relatoria da proposta de LDO cabe a um senador. O PSD, com base em acordos partidários prévios, indicou o senador Irajá (TO). Meses atrás ele afirmou que já estava com o parecer encaminhado.

Lei orientadora
Com vigência anual, a LDO orienta a elaboração do Orçamento e a posterior execução, já no exercício seguinte. Pela Constituição, o Executivo deve enviar a proposta até 15 de abril, e o Congresso precisa aprová-la até 17 de julho (o que não ocorreu em 2020).

Além da meta fiscal, a LDO define regras sobre as ações prioritárias, acerca da transferência de recursos federais para os entes federados e o setor privado e para a fiscalização de obras executadas com recursos da União, entre outras.

Sem aumento real

Em 2019, o governo acabou com a política de reajuste real do salário mínimo. Sendo assim, agora o valor salarial se limita a seguir a determinação da Constituição, que fala em preservação do poder aquisitivo do trabalhador.

O ganho real do salário mínimo foi implementado por Fernando Henrique Cardoso (PSDB) informalmente, em 1994, logo após a adoção do Plano Real. As gestões petistas oficializaram a medida.

Sem ganho real no salário mínimo, o governo consegue um alívio financeiro, uma vez que o aumento do salário mínimo reajusta automaticamente benefícios previdenciários e assistenciais. Para cada R$ 1 de aumento no valor do mínimo, o governo amplia em cerca de R$ 355 milhões as despesas por ano.

Poder de compra inalterado

O reajuste do salário mínimo varia de acordo com o aumento dos preços, registrados a partir das taxas de inflação. Ou seja, os trabalhadores receberão o poder de compra de reajustado conforme o índice de inflação (aumento geral no nível de preços).

Os cálculos do Dieese demonstram que mais de 49 milhões de brasileiros vivem com um salário mínimo. Atualmente, a remuneração mensal deveria ser de mais de R$4 mil reais por mês e não R$ 1.045,00.

Para cálculo do salário mínimo, o governo considera o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e inflação do ano anterior.

Veja também: Salário mínimo para 2021 sobe e altera PIS, seguro-desemprego e BPC

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

27 Comentários
  1. Paulo Diz

    🇧🇷👎🤮😓

  2. Ferreira Diz

    Essa cambada de político deveriam viver com essa miséria

  3. MARCO ANTONIO Diz

    Cadê os Bolsomínios? O presidente de vocês não era o salvador da pátria? Bando de retardados e bitolados é o que vocês são! Quando é que vocês vão entender que não existe político bom nesse país, no Brasil só existe corrupção, safadeza, pilantras e etc… Aprendam!

  4. André Diz

    43,00 Reais, não paga nenhuma das minhas contas, sem falar nos preços dos produtos no supermercado, está tudo muito caro.

  5. Igor Rodrigues Diz

    43 reais isso realmente é uma vergonha, o povo brasileiro não precisa de esmola , de migalhas , em quanto esses políticos ladrões comem bem vestem bem eu vivem bem , e não passam por nem um tipo de crise , quem passa por crise e o cidadão assalariado , e agora os que nem salário tem , e estão recebendo essa vergonha de auxílio emergêncial , toma vergonha na cara cambada de póliticos . Tô de saco cheio 😠

  6. Helena Diz

    Dizer que isso é um aumento salarial é o mesmo que chamar o povo de burros e idiotas,ontem vereadores aumentaram o deles 45%enquanto os que vcs dão para nós os pobres é o resto a sobra a migalha que escapa do bolso dos políticos. É uma vergonha chamar isso de aumento,vcs vão nos matar de fome,enquanto vcs vivem de lagosta e caviar o pobre quando pode come ovo,pois mal da para o arroz e feijão.Vao pro inferno com esse aumento,enfia ele no c*

  7. Milton Gonçalves Silva Diz

    Isso não é aumento. É sacanagem né? #forabolsonarogenocida171.

  8. Hilda Diz

    Isso é uma vergonha, ainda fala que é aumento. Aumento são as mercadorias, onde o povo estão passando fome. Miseráveis são pior do que bandidos. Tira do povo sem armas.

  9. Luiz Diz

    Salario minimo 930,00 pé de alface 0,50
    ” 1.045,00 ” 2,00
    ” 1.088,00 ” até o fim de ano 5,00
    Sr. Presidente me mostra onde está Deus acima de todos.

  10. Renzy Diz

    Quem enriquece o país é o trabalhador, e um aumento de 43,00 reais é dele? Ridículo um salário tão precário, em um país que para comprar um celular que preste é mais que o salário, ter uma tv e o preço ser mais que um salário, entre outros os juros absurdos e um salário aumentado a mais 43,00 r$ , salário mínimo do Brasileiro Pai de família tinha que ser 2mil reais.. tem família que depende de 1 pessoa na casa para sustentar e vem me dizer que o salário vai subir esse absurdo.. agradeço o aumento sei da minha situação que está precária assim como de muitos outros brasileiros!

  11. Cintia neves Diz

    Engraçado os desses safados aumenta um valor exorbitante e não fazem nada a não ser roubar cada dia mais agora os que trabalha dia e noite aumenta esse valor que chega até ser piada ,.meu Deus onde vamos parar cada dia fica pior que vergonha da política desse pais !!!!

  12. Camillo Ramonn da Silva Diz

    Era pra ele da pra mãe dele viver com esse salário.um vagabundo quadrilheiro desse que gastar 700 mil por mês de cartão corporativo vagabundo desse.

    1. Alex Diz

      O Lula não é mais presidente, esta desatualizado, kkk

  13. Dayse Mary Diz

    Isso e uma vergonha mesmo,eles podem tudo ter um aumento pra eles absurdo,e não fazem nada pra ganhar o que ganham, em quanto nos trabalhamos bastante pra ganhar só 43 de aumento

  14. Maura Diz

    É uma vergonha , enquanto somos arrimo de família com esse salário mínimo de aposentado,os políticos enchem as suas burras de dinheiro e nós de dívidas no cartão de crédito sem saber se vamos conseguir pagar.

    1. Renzy Diz

      Este salário é de um aposentado né?
      Não de um pai de família!
      É ridículo, tem pais que trabalham quase suas 24hrs do dia para por sustento em casa, correndo risco de vida!
      Enquanto políticos tem auxílio gravata, paletó, casa…
      Ridículo demais…
      Juros lá em cima, e salário cá em baixo!
      País roubado! Política safada, vivem e ostentam do nosso suor! Por isso muitos vão viver em outro país!
      Pq aqui não se vive e sim tenta se sobreviver, que já é difícil!
      Salário mínimo de um pai de família tinha que ser dobro ou pelo menos 2.000,00R$ (DOIS MIL REAIS)!
      Isso é uma falta de respeito com o BRASILEIRO TRABALHADOR!

  15. Marcio Diz

    Nossa qwe aumento, precisamos agradecer ?
    Fala sério, país de última categoria…. Junta os salário de políticos no Brasil e vê o tamanho do gasto aos cofres públicos….e o aumento de 45% agora aprovado aos prefeitos e vereadores qwe começará a valer em janeiro.

  16. Antonio Diz

    4 porcento encima de mil reais é muito para os políticos mas 15 20 e até 30 porcento encima dos salários altos dele é pouco. E um absurdo.

  17. Simone Diz

    Grande aumento de salário!!! Aqui na Câmara querem reajustes de 45% para prefeitos e governadores!!! Enquanto para o povo só continua na miseria…córdia…

  18. Everaldo Diz

    Mais que o esperando. Parece piada mesmo .governantes gananciosos o dele sobem horrores e cidadão real sofre. É uma vergonha.

  19. José Antônio da Silva Diz

    Quero saber como funciona o cartão de crédito simples da caixa

  20. Mari Diz

    Mais 43 $ pra se virar

  21. Clovis Diz

    Vergonha não pagaram 14% salário estou com 71anos passando necessidade 2022 logo chega.

  22. Welisson Diz

    Deveria ter vergonha na cara e parar de está fazendo o povo de besta o único salário que aumenta o dobro eo dos políticos que se prevalece as costas do povo

  23. Welisson Diz

    É melhor deixar o salário do geito que está
    Que adianta subir o salário e aumentar tudo o povo brasileiro gosta sofrer mesmo Deus que me perdoe

  24. Almeida Diz

    Grande aumento este de R$ 43,00… Isso é uma vergonha para um país rico e cheio de políticos ladrões, estes sim, ganham muito bem as custas do povo… Tenho dito!

    1. Albaniza de Souza Felix Diz

      Concordo plenamente com vc. Uma vergonha mesmo este aumento de R$43,00 . Enquanto tudo aumenta no mercado .
      Quer dizer q um pai de família vai trabalhar apenas para comer e olhe lá 🤷‍♀️😡

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.