Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.3/5 - (17 votes)

Saiba como se inscrever no CadÚnico para receber o novo auxílio

A finalidade do serviço é viabilizar a inclusão em programas de assistência social e de distribuição de renda.

O Cadastro Único (CadÚnico) é uma ferramenta utilizada pelo Governo Federal para identificar e coletar dados de famílias de baixa renda do país. A finalidade do serviço é viabilizar a inclusão em programas de assistência social e de distribuição de renda.

Veja também: Pagamento do 13º salário em dobro será liberado neste ano? veja

No entanto, embora as famílias sejam cadastradas em situação de vulnerabilidade não é lhes dado direito a inclusão automática em algum programa. Para isso, é necessário ainda corresponder os critérios de elegibilidade das políticas públicas.

Além disso, para se inscrever no CadÚnico é necessário ter uma renda per capita mensal de até meio salário mínimo (R$ 550, atualmente), ou uma renda de até três pisos nacionais (R$ 3.300, atualmente).

Caso a família se encaixe nessas condições, será necessário escolher um representante, sendo ele maior de 16 anos e de preferência do sexo feminino. No momento do cadastro, deverá apresentar ao menos o seu título de eleitor e CPF.

No mais, deverá ter em mãos ao menos um dos documentos listados a seguir de cada membro do núcleo familiar:

  • Título de Eleitor;
  • Certidão de Casamento;
  • Certidão de Nascimento;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI) para famílias indígenas e quilombolas;
  • Carteira de Trabalho;
  • CPF;
  • Comprovante de residência recente (conta de água ou luz dos últimos três meses).

Vale ressaltar que a inscrição deve ser realizada presencialmente no CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) mais próximo. O responsável familiar terá que responder um questionário relativo a informações da família, como renda, condições da residência e gastos com alimentação, por exemplo.

Feito isto, após 15 dias o titular da família deverá solicitar o seu Número de Identificação Social (NIS), sendo ele o principal dado para verificação da inclusão em programas e benefícios sociais do governo.

Confira a lista com os benefícios e programas que as famílias podem receber através do CadÚnico:

  • Água para todos;
  • Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda;
  • Auxílio Emergencial;
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Bolsa Estiagem;
  • Bolsa Família — novo Auxílio Brasil;
  • Bolsa Verde (Programa de Apoio à Conservação Ambiental);
  • Carta Social;
  • Carteira do Idoso;
  • Casa Verde e Amarela;
  • Crédito Instalação;
  • ENEM;
  • Identidade Jovem (ID Jovem);
  • Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição em Concursos Públicos;
  • Programa Brasil Alfabetizado;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti);
  • Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário;
  • Programa Nacional de Reforma Agrária;
  • Programas Cisternas;
  • Rural;
  • Serviços Assistenciais;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Telefone Popular.
4.3/5 - (17 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

3 Comentários
  1. Patrícia Rodrigues da Silva Diz

    Eu tenho direito bolsa Brasil

  2. Sadi de matos Diz

    Meu auxílio doença foi cortado no mês 10/ 2021 onde eu estava a 3 anos por motivo de AVC, agora sem receber nada para comprar remédios e pagar água, luz oque devo fazer para receber o auxílio emergencial? Pois não recebi nem um até agora.

  3. Arley de Oliveira Diz

    Já tentei me csdrastar mas não aceitaram por causa da idade .sofri acidente de trânsito. E nunca consegui ganhar nd .fiquei c várias sequelas .muito complicado .esses programas só favorecem o Nordeste.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.