Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Saiba como funciona a previdência privada do Banco Inter

O Banco Inter, um dos bancos digitais mais tradicionais do Brasil, vem conquistando grande popularidade nos últimos anos por conta de suas vantagens. Nesse contexto, uma das mais novas vantagens que o Inter agora oferece para seus clientes é a previdência privada por parte do Banco para garantir aposentadoria de qualidade para seus clientes.

A previdência privada, oferecida pelo Banco Inter, é ideal para pessoas que pretendem complementar sua renda na hora de aposentar. Além disso, a previdência ainda é ideal para quem quer construir uma reserva para tornar realidade um sonho futuro ou contribuir para construção de um futuro para a família.

Para entrar na previdência privada do Inter, basta escolher um fundo e fazer um aporte inicial único ou aportes mensais de menor valor. Deste modo, o usuário já começa a investir através da previdência do Banco Inter que, dependendo do plano e tributação escolhidos, possui benefícios fiscais de curto e longo prazo.

Veja a seguir como entrar na previdência privada do Banco Inter e começar a investir de maneira rápida e fácil. Lembrando que é necessário possuir uma conta no Inter para entrar na previdência, apesar de que no site do banco digital, é possível simular a previdência ideal para cada usuário sem compromissos.

Como iniciar os investimentos na previdência privada

Primeiro passo é escolher uma modalidade ofertada na página da previdência do Banco Inter, que pode ser PGBL ou VGBL. A modalidade PGBL é ideal para quem quer investir até 12% do total da renda na previdência. Já a modalidade VGBL é maior, ideal para quem deseja investir mais do que 12% do total da renda do cliente na previdência.

O segundo passo é informar os números para o investimento. Sendo assim, é necessário informar quanto é declarado de imposto de renda anualmente, quem será o aporte inicial e o aporte mensal a ser investido e por quantos anos o usuário deseja deixar o investimento na previdência. Assim, basta clicar no botão “Calcular minha previdência”.

Terceiro passo é escolher a tributação que será definida no investimento. Para isso, o Banco Inter oferece a Tabela Regressiva em que o desconto sobre os rendimentos começa em 35% e diminui ao longo do tempo, até chegar em 10%. E a Tabela Progressiva, em que o desconto é baseado na tabela progressiva do IR, ou seja, dependendo do valor do resgate, pode ir desde a isenção até 27,5%.

Por fim, o quarto passo consiste em selecionar o fundo que deve ser investido. Deste modo, os fundos do Banco Inter podem ser Conservadores, com baixo risco, Moderados, com risco mediano e Fundos Arrojados, com alto risco. É recomendado que se escolha o nível de risco, em relação ao nível de experiência do investidor.

Vantagens de se investir no Banco Inter

Dentro do Banco Inter, o dinheiro do cliente que está investido está muito seguro, por conta das vantagens que o banco oferece. Um exemplo é a operação qualificada, em que o fundo é administrado por gestores experientes e os resultados das operações é que fazem com que o dinheiro renda mais.

Além disso, o Banco Inter oferece monitoramento constante pelos profissionais, para obtenção de retornos mais sólidos. Por último, não é novidade, que dentro do Inter, todas as operações são 100% digitais, dando liberdade para o usuário controlar tudo pelo aplicativo.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.