Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Revolução Francesa: como cai no vestibular?

Confira!

Revolução Francesa: resolução comentada de questão de vestibular

A Revolução Francesa é um tema muito cobrado em questões de história geral dentro das principais provas do país.

Dessa maneira, para que você possa se preparar da melhor forma possível, o artigo de hoje trouxe a resolução comentada de uma questão de vestibular sobre a Revolução Francesa. Confira!

Revolução Francesa: questão do vestibular UFPA

(UFPA – 2016) Norman Hampson, autor de História Social de la Revolución Francesa, aborda as tensões na sociedade francesa do século XVIII: A França do ancien régime… era uma sociedade extremamente complexa, caracterizada por grandes variações locais em todos os níveis. Por uma série de razões – políticas, econômicas, sociais e religiosas – as tensões foram se tornando cada vez maiores durante a segunda metade do século XVIII (…).

Apud MARQUES, Adhemar et al. História Contemporânea através de textos. São Paulo: Contexto, 2008. p. 18.

Considerando o que diz Hampson, essa realidade da sociedade francesa daquele século se expressa nas tensões decorrentes da:

a) alta dos tributos implementados durante o reinado de Luís XVI, que atingiu, sobretudo, os servos que viviam em glebas fora dos muros da cidade e que eram arrendadas pelos aristocratas do 2º Estado.

b) tomada de consciência da classe trabalhadora que vivia no campo, ao reconhecer que era explorada pela Corte, a qual tinha como única função nomear, convocar ou demitir ministros, impedindo o rei de governar.

c) luta de classes que se estabeleceu entre burgueses e camponeses, representantes das então recentes forças produtivas que se estabeleceram na França após a superação do feudalismo e do clericalismo.

d) sobrecarga de taxas sobre o campesinato enquanto as ordens privilegiadas (nobreza e clero) ocupavam os lugares honoríficos e lucrativos, ao mesmo tempo em que a burguesia ficava fora do poder.

e) dependência em que vivia a burguesia em relação à nobreza, que tudo controlava desde os impostos até a produção de alimentos, como forma de evitar a revolução no campo.

Análise:

A questão do vestibular da UFPA (Universidade Federal do Pará) aborda os antecedentes históricos da Revolução Francesa, muito importantes para a compreensão do movimento como um todo.

A resposta correta é a alternativa D.

Sabemos que a sociedade francesa do período que antecede a Revolução era organizada em três Estados: o Clero formava o Primeiro Estado, a Nobreza formada o Segundo e a burguesia e os trabalhadores formavam o Terceiro. A economia enfrentava uma forte crise, uma vez que somente os membros do Terceiro Estado pagavam impostos.

Ao mesmo tempo, a burguesia estava em um processo de fortalecimento econômico e desejava, dessa forma, participar da política da França.

Assim, podemos afirmar que algumas das principais características do contexto histórico pré-Revolução são aquelas mencionadas pela alternativa D: a sobrecarga de taxas sobre o Terceiro Estado e ao desejo de ascensão ao poder por parte da burguesia.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.