Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

República Federalista e República Federativa: diferenças

Entenda de uma vez por todas esse tópico!

Você sabe qual a diferença entre os dois termos?

Todos os estudantes ouvem falar dos termos “república federativa” e “república federalista” em algum momento de seus estudos. Porém, é importante ressaltar que as duas expressões aparecem com muita frequência especialmente nos tópicos de história, geografia e atualidades.

Muitas questões de vestibulares e concursos abordam esses termos em suas questões. Assim, é fundamental que você compreenda quais são as diferenças entre eles e como eles se expressam no mundo.

Para te ajudar, o artigo de hoje trouxe um resumo sobre as diferenças entre uma república federalista e uma república federativa.

República Federalista e República Federativa: o caso brasileiro

O Brasil se caracteriza, atualmente, como uma república federativa. Isso significa que o Estado brasileiro é autônomo e que existem leis e regras que devem ser aplicadas igualmente em todo o território nacional.

Mas o que seria, então, uma república federalista? E qual a diferença entre essa forma de governo e a anterior?

República Federalista: definição

O federalismo acontece, de maneira geral, quando temos estados que são autônomos administrativamente, mas que fazem parte de uma mesma república/nação.

Devemos destacar que mesmo sendo autônomos até certo ponto, os estados devem seguir um certo alinhamento no que tange às leis, sejam elas econômicas, políticas ou civis. Essas serão, por sua vez, definidas pelo Governo Federal.

República Federalista: exemplos

Um exemplo de república federalista é a república dos Estados Unidos. Nesse país, cada estado possui autonomia para agir sobre determinados assuntos, como, por exemplo, a criação de algumas leis e algumas políticas públicas.

Ainda, as seguintes nações também adotam o modelo federalista: Áustria, Venezuela, México, Suíça, Argentina, Rússia, Canadá e Nigéria. 

República Federalista: revolução

No ano de 1893, durante o governo do Marechal Floriano Peixoto, iniciou-se a denominada Revolução Federalista.

O conflito no momento em que os federalistas se demonstraram insatisfeitos com o sistema presidencialista utilizado pela República da Espada. Os mesmos ansiavam pela instauração de um governo federalista no Brasil.

O caso brasileiro: observações

Vale ressaltar que mesmo o Brasil adotando o modelo federativo, a Constituição de 1988 instaurou algumas medidas de caráter federalista. Um exemplo é que, no país, alguns impostos têm valores diferentes de acordo com o estado. Porém, é válido ressaltar que as taxas cobradas são as mesmas em todo território, o que limita a autonomia. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.