Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Prova de vida: veja como descobrir seu prazo de vencimento do processo

INSS divulgou um calendário com as datas de vencimento da prova de vida, mas é preciso saber qual era o prazo antigo

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) disse nesta semana que algo em torno de 4,9 milhões de pessoas ainda não realizaram a prova de vida. São cidadãos que estão prestes a perder o benefício. Vale lembrar, aliás, que esses indivíduos precisam seguir um novo calendário de prazos para não se confundir.

Esse novo calendário tem portanto como base as datas de vencimentos antigas. Por exemplo, quem deveria ter feito a prova de vida até setembro e outubro do ano passado, precisa realizar esse processo até 30 de setembro deste ano. No entanto, o problema em toda essa questão é que tem gente que não lembra qual era esse prazo antigo. Essa informação varia de um banco para outro.

De acordo com as regras gerais, o cidadão precisa fazer a prova de vida no mesmo banco em que recebe o dinheiro do benefício. Então se, por exemplo, alguém recebe a quantia de uma aposentadoria no Itaú, essa pessoa precisa realizar o processo por lá mesmo. É por isso que é preciso seguir as regras de cada uma das agências.

Regra de vencimento em cada banco

Caixa Econômica Federal

Na Caixa Econômica Federal a prova de vida pode acontecer em até um ano depois da realização da última fé de vida. Caso o cidadão não se lembre quando foi que isso aconteceu, ele pode ir até o aplicativo do Caixa Trabalhador, inserir as suas informações básicas e saber essa data.

Bradesco

No Bradesco, o mês de vencimento da prova de vida é o mesmo em que o cidadão recebeu o benefício pela primeira vez na agência. Então se, por exemplo, essa pessoa pegou a sua primeira aposentadoria em setembro, ele vai ter sempre esse mês como limite para a comprovação.

Banco do Brasil

No Banco do Brasil, a situação é um pouco menos complexa. O mês de vencimento da prova de vida é o mesmo do aniversário da pessoa. Então se o cidadão nasceu em maio, por exemplo, esse vai ser sempre o mês do prazo final para a realização do processo. Isso acontece independente de qualquer outra situação.

Santander

No Santander, o cliente precisa se basear na data de concessão do benefício pelo INSS. É preciso ter atenção neste ponto. Não é o mês em que ele recebeu o primeiro pagamento. É o dia em que o Instituto liberou o repasse do dinheiro. É nesta data que ele vai ter o vencimento.

Itaú Unibanco

O sistema do Itaú Unibanco é bem semelhante ao da Caixa Econômica Federal. O limite da prova de vida é sempre de um ano depois da última realização. Então é preciso saber quando foi a última vez que o cidadão fez isso. Esse vai ser o mês do limite.

Prova de vida pode confundir

É preciso ter muito cuidado para não se confundir com essas datas. É que elas não significam o novo prazo final do INSS. Como dito, o Instituto criou um calendário novo que precisa ter como base as datas limites antigas. Em resumo, o cidadão vai precisar dessa informação do banco para saber quando vai ser a sua nova barreira de tempo.

Vamos para um exemplo. Imagine que uma pessoa descobre que o seu mês de vencimento da prova de vida no Itaú foi em outubro do ano passado. Neste caso, ele vai precisar checar no calendário do INSS qual é o novo limite de tempo para os indivíduos que fazem parte deste grupo.

Veja no calendário abaixo:

Foto: Reprodução

Como visto, as pessoas que tinham o vencimento para outubro de 2020 devem fazer a prova de vida no seu banco até o próximo dia 30 de setembro deste ano. Quem não passar por esse processo vai acabar tendo um bloqueio no benefício. E isso pode acabar sendo uma grande dor de cabeça justamente neste momento de aumento do custo de vida no Brasil.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.