Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Prévia: inflação do aluguel aumenta 1,92%

Na primeira prévia divulgada em fevereiro, o  Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) aumentou para 1,92%. O índice serve, por exemplo, para o reajuste do aluguel. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (09) pela Fundação Getúlio Vargas.

O resultado, de acordo com a fundação, foi influenciado pelo aumento nos preços no atacado. O valor é ainda maior do que o registrado no ano passado. Na mesma leitura feita em janeiro, o indicador registrou taxa de 1,89%.

O resultado também influenciou a alta acumulada de 12 meses, que agora saiu de 24,87% para 28,17%.

“O Índice de Preços ao Produtor (IPA), indicador que exerce a maior influência sobre o IGP, segue em aceleração refletindo os aumentos registrados nos preços de commodities agrícolas e industriais. Tais pressões inflacionárias estão alimentando repasses pela cadeia produtiva”, afirmou André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

O índice sofre influências também das oscilações do dólar, além das cotações internacionais de produtos primários, como as commodities e metais.

Negociação do aluguel. E agora?

O IGP-M não é um índice obrigatório, mas serve como base para negociação. Neste caso, de acordo com Carvalho, é importante que inquilinos e proprietários procurem entrar em um acordo. Alcança um equilíbrio que os dois lados saiam ganhando.

Para isso, nós preparamos algumas dicas para você tentar se manter no mesmo local que hoje mora. Importante dizer que o proprietário pode ser irredutível, mas toda a negociação é valida.

Coloque na balança também os custos que teria com a mudança. Podem não ser tão baratos. E se valeriam a pena pelo aluguel que pagaria na nova casa.

Na hora de negociar é importante escolher o membro da família mais desenvolto para isso.

Sem mais delongas, veja algumas dicas:

  1. Destaque que você é um bom pagador
  2. Chame a atenção que você tem conservado a casa
  3. Mostre que você é uma pessoa de confiança
  4. Faça uma pesquisa de preço em imóveis próximos
  5. Reúna comprovantes da sua renda e seja sincero
  6. Faça uma contraposta do valor do reajuste, mas levando em consideração que todo ano o aumento é primordial para o proprietário
  7. Se você mora sozinho, pense na possibilidade de dividir o aluguel com alguém
  8. Se necessário, busque renda extra. Confira dicas em “Como ganhar dinheiro na internet?”
  9. Faça um contrato maior. Isso pode ser proveitoso para os dois lados.
  10. Se a casa que você está é muito grande, pense se realmente vale a pena renovar o contrato

 

 

1 comentário
  1. Anderson Camargo Diz

    Gostei muito do artigo. Continue postando bons conteúdos como este.
    Se possível passe na minha página também e conheça o meu projeto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.