Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Prevenção ao suicídio: entenda como nasceu o movimento Setembro Amarelo

Durante o mês de setembro ocorre a campanha Setembro Amarelo que busca a prevenção ao suicídio e a conscientização da sociedade sobre o problema e maneiras para conseguir combatê-lo. 

O movimento tem grande relevância, e por isso o tema poderá aparecer em questões do Enem e demais vestibulares do Brasil. Para saber um pouco mais sobre acompanhe o artigo! 

O que é o movimento Setembro Amarelo?

O movimento Setembro Amarelo promove uma campanha que busca a prevenção ao suicídio. Além disso, o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. 

A campanha nasceu no Brasil em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). 

A campanha é essencial na vida de milhares de pessoas, afinal o suicídio é um problema de saúde pública e que pode ser evitado na maioria dos casos. 

Importância de falar sobre o suicídio

Suicídio é um tema delicado, todavia, é primordial conversas sobre o assunto, assim como buscar formas de preveni-lo. 

Muitas pessoas pensam que o suicídio é algo incomum, no entanto, dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) revelam que a realidade é outra. 

De acordo com a instituição, a cada 40 segundos, um indivíduo morre por suicídio no mundo. Pelos dados levantados, cerca de 800 mil pessoas morrem por ano por conta do suicídio.  

As causas que podem levar uma pessoa a cometer suicídio são diversas. No entanto, os especialistas relatam que a presença de transtornos mentais faz parte da maioria dos casos. 

Principais causas

  • Depressão
  • Dependência química
  • Esquizofrenia

Entretanto, o suicídio pode ocorrer por conta de outros problemas ou situações, geralmente impactantes e inesperados.

Vale destacar, que o suicídio é uma realidade e pode afetar qualquer indivíduo, mas ele pode ser evitado quando se tem o conhecimento sobre os sintomas, causas e como de fato evitá-lo. 

Causas relacionadas ao suicídio

A melhor maneira de prevenir o suicídio é conhecer os comportamentos suicidas que um indivíduo demonstrar para conseguir prevenir. Eles podem ficar aparentes em situações que as pessoas encaram como arrasadoras; podemos citar: 

  • Depressão;
  • Transtorno bipolar;
  • Morte de uma pessoa querida;
  • Trauma emocional;
  • Desemprego;
  • Problemas financeiros;
  • Histórico de negligência ou abuso na infância;
  • Não aceitação do envelhecimento;
  • Término de relacionamento;
  • Não aceitação da orientação sexual ou identidade de gênero;
  • Dependência química ou álcool;
  • Bullying.

Como ajudar na prevenção?

A percepção dos sinais de alerta que as pessoas emitem é fundamental para combater o suicídio. Dessa maneira, ao perceber comportamentos como: 

  • Falta de interesse em atividades que gostava;
  • Queda na produtividade escolar ou do trabalho;
  • Isolamento social;
  • Perda da vaidade;
  • Falta de compromisso com as atividades diárias;
  • Sempre fala sobre morte e formas de cometer suicídio.

Ao perceber alguns desses sinais, é fundamental que você converse com a pessoa, veja algumas dicas de como abordá-las:

  • Ouça com atenção o que a pessoa tem para falar;
  • Tente não emitir julgamentos ou opiniões;
  • Frise que sua vontade é apenas ajudar;
  • Não use como base a dor e angústia dos outros pela sua experiência pessoal;
  • Estimule a pessoa que estava sofrendo a procurar ajuda especializada;
  • Em casos extremos é importante que a família da pessoa esteja ciente;
  • Se perceber que o nível está avançado, não deixa a pessoa sozinha em hipótese alguma.

A pessoa que sofre com o problema, pode encontrar ajuda também no site oficial do CVV, assim como pelo telefone 188, que atende 24 horas por dia.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.