Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Prefeitura de São Paulo autoriza concurso

As vagas se destinarão ao cargo de Analista e de Procurador, ambos de nível superior.

Recentemente o atual prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, autorizou a realização de um novo concurso público na cidade de São Paulo. Desse modo, será possível selecionar mais servidores municipais.

Para esta seleção, então, as vagas se destinam ao cargo de Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental. Nesse sentido, a portaria que autoriza a liberação do certame teve publicação no Diário Oficial do Estado na sexta-feira de 03 de junho. 

Segundo a documentação, portanto, serão 32 vagas para o cargo. No entanto, ainda não é possível saber de maiores informações sobre o processo seletivo.

Isto é, como, por exemplo, como serão as etapas do certame e quando ocorrerão.

Para estas informações, é necessário que ocorra a contratação de uma banca examinadora e, então, a publicação de edital.

Veja também: Prefeitura de Cajamar – SP promove Concurso público

Entenda melhor os próximos passos, abaixo.

Quando haverá a publicação do edital?

Após a liberação do certame, o próximo passo  será a formação de uma comissão organizadora. Isto é, um grupo de servidores que ficarão responsáveis por iniciar os preparativos para o concurso da cidade de São Paulo neste ano. 

A equipe deve lidar com todas as etapas iniciais antes do processo de seleção da banca examinadora. Em seguida, com a contratação da banca, esta terá a atribuição de aplicar as fases avaliativas da seleção.

Portanto, por ora, a prioridade é a escolha da banca examinadora para, por fim, publicar o edital.

O último concurso da Prefeitura de São Paulo para carreira ocorreu em 2015, momento em que houve a oferta de 200 vagas. Além disso, na época, a Fundação Vunesp foi a banca examinadora responsável pelo processo de inscrições e a realização de todas as etapas seletivas do certame.

No entanto, não é possível saber se o concurso de 2022 seguirá o mesmo formato.

Qual é o cargo de Analista da Prefeitura de São Paulo?

O cargo de Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental conta com algumas exigências. Nesse sentido, os candidato deverão comprovar ter nível superior, seja ele em qualquer área de formação. 

Assim, os salários iniciais para o cargo são de R$ 9 mil para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Contudo, o valor pode chegar a até R$ 21,3 mil no decorrer da carreira. 

Veja também: Unesp promove novos Concursos públicos para Professor

Aqueles candidatos que se aprovarem, então, poderão contar com estas condições de trabalho.

PGM de São Paulo autoriza vagas para Procurador

Para além do concurso para Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental, o município de São Paulo também terá outro certame.

Nesse sentido, em 02 de junho, a Prefeitura também realizou a liberação de 32 vagas para o cargo de Procurador.do Município.  

Com a autorização, portanto, o próximo passo da Procuradoria Geral do Município de São Paulo deve ser a montagem de uma comissão organizadora.

Assim, o grupo deverá ficar responsável pela realização de todos os preparativos iniciais até a divulgação do edital final do certame. 

Contudo, até o presente momento, ainda não existe nenhuma previsão para o lançamento do edital oficial, além de período de inscrições, aplicação das etapas seletivas e homologação do resultado do novo concurso.

Preparativos para concurso se iniciaram em 2021

Antes do processo de liberação da prefeitura, um novo concurso do órgão já estava em debate. Desse modo, desde o mês de agosto do ano passado, o procurador Ricardo Bucker, chegou a declarar que o órgão já teria iniciado os preparativos para o lançamento de seu novo concurso. 

Veja também: Unicamp – SP divulga Concurso para Professor Doutor

Além disso, na época, o procurador informou em suas redes sociais, a instauração de um processo administrativo a fim de discutir os trâmites do concurso da procuradoria. 

Como é o cargo de Procurador?

Primeiramente, para concorrer a uma das vagas de procurador é necessário que os candidatos cumpram com os seguintes critérios:

  • Graduação no curso de Direito.
  • Registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

No entanto, o certame não exige comprovação de prática jurídica. 

Em seu último concurso, o cargo contava com uma remuneração inicial de R$ 10.396,19, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Contudo, considerando que já são 08 anos desde esta seleção, certamente a remuneração para o concurso de 2022 será maior.

Como foi o último concurso para Procurador?

O último certame da PGM de São Paulo ocorreu em março de 2014. Na época, o edital oficial contou com 70 oportunidades para o cargo de Procurador do Município.

Por meio das vagas, ocorreu a posse de 35 novos Procuradores, suprindo o déficit de profissionais na época, que atualmente já chega a 117 cargos. 

Ademais, a banca examinadora responsável pelo último concurso da instituição foi a Fundação Vunesp. Os candidatos, ainda, precisaram arcar com uma taxa de inscrição de R$ 92,50. 

Então, estes passaram três etapas seletivas, sendo duas de conhecimentos específicos e uma prova de títulos. Isto é, a fim de demonstrar a vida acadêmica e as experiências profissionais do cidadãos.

A prova, por sua vez, contou com 100 questões objetivas, com diferentes disciplinas do ramo de Direito. Para aqueles que desejam concorrer a este cargo, é interessante rever o exame de 2014.

Então, a validade do processo seletivo se expirou no ano de 2018.

Servidores municipais de São Paulo fazem manifestação

Na última quinta-feira, 09 de junho, membros do Sindicato dos Servidores municipais de São Paulo realizara uma manifestação em frente a sede da prefeitura. 

Por meio da manifestação, então, os servidores reivindicavam a reposição das perdas salariais, o fim do chamado confisco dos aposentados e o lançamento de um novo concurso público para o fortalecimento das categorias. 

O ato se encerrou por volta das 17h, quando os protestantes foram recebidos por representantes da prefeitura para a realização de uma reunião. Além disso, os manifestantes carregavam cartazes solicitando um reajuste salarial de 46%. 

Na última sexta-feira, 03 de junho, o sindicato protocolou uma solicitação de greve dos servidores na prefeitura. Em conjunto, este apresentou a comunicação do resultado em assembleia no dia 25 de maio, o qual aprovou o processo de paralização. 

No documento que o sindicato protocolou, então, estão exigências sobre a reposição salarial dos servidores.

Assim, a partir destas reivindicações a necessidade de concursos públicos sem mostram maiores. Portanto, os candidatos que desejam trabalhar na prefeitura de São Paulo podem reforçar seus preparativos.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.