Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Preço da gasolina não está barato, admite presidente da Petrobras

No cenário atual, o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, deu declarações que chamaram atenção sobre o preço dos combustíveis, o que inclui a gasolina. Ele disse que os valores na realidade passam por “incômodas verdades” e que o aumento trariam vantagens.

Mas de que forma? Para ele, os aumentos servem para evitar o desabastecimento interno e estão alinhados com o crescimento equilibrado na economia. Veja o que ele explicou sobre a alto do preço da gasolina e outros combustíveis.

Veja também:

Vale Gás do governo deve sair até 2022

“O fortalecimento do dólar em âmbito global e, em especial, no Brasil, tem alavancado os preços das commodities e incrementado a inflação. Mas essas incômodas verdades não parecem muito apelativas”, declarou Silva e Luna em uma entrevista ao portal UOL.

Ele também admitiu que no Brasil “a gasolina não está barata”. E explicou: “A inflação se acelerou. E há quem atribua a culpa à Petrobras. Não veem que, nesse ambiente caótico, graças à sua gestão eficiente, a empresa tem conseguido gerar lucro capaz de pagar suas dívidas, investir fortemente e pagar tributos e dividendos”, argumentou na mesma entrevista.

Tabelamento do preço da gasolina não daria certo

Joaquim Silva e Luna também disse que o tabelamento de preços “sempre trouxe as piores consequências para qualquer país que o faça” e que os preço da gasolina deve ser determinados pelo mercado e não por “canetadas”.

Ele também comentou a necessidade de lucro da empresa. “A Petrobras não persegue o lucro pelo lucro, mas porque precisa fazer investimentos de olho na transição energética e, por isso tem pressa no pré-sal”, argumentou o presidente da estatal.

Já sobre a privatização, Joaquim Silva e Luna preferiu não comentar e apenas apontou que “essa é uma escolha do acionista majoritário” – em clara referência ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Na semana passada o presidente Bolsonaro deu declarações sobre o assunto, ao falar sobre aumento de preço da gasolina. “Vontade de privatizar a Petrobras”,  em resposta  à rádio Novas de Paz, de Pernambuco.

“É muito fácil. Aumentou a gasolina? Culpa do Bolsonaro. Eu tenho vontade… Já tenho vontade de privatizar a Petrobras. Tenho vontade, vou ver com a equipe econômica o que a gente pode fazer. O que acontece? Eu não posso… Não é controlar. Eu não posso melhor direcionar o preço do combustível, mas, quando aumenta, a culpa é minha”, finalizou Bolsonaro.

Já o vice-presidente Hamilton Mourão disse “que no futuro, a Petrobras terá que ser colocada no mercado”. Para ele, isso acabaria com o monopólio neste quesito.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.