Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Preço da cesta básica sobe nas capitais no mês de março

De acordo com a pesquisa realizada mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o preço médio da cesta básica subiu em todas as 17 capitais brasileiras. A análise da Pesquisa Nacional da Cesta Básica, informou um grande aumento no preço da cesta básica durante o mês de março.

O maior preço da cesta básica no mês de março, foi a de São Paulo, onde o preço médio dos produtos que compõem a cesta chegou a R$ 761,19. Em seguida aparece a do Rio de Janeiro, com custo de R$ 750,71. Já o menor valor foi registrado em Aracaju: R$ 524,99.

Preço do pão e a escassez de trigo

Além disso, de acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi), o preço do pão francês pode chegar a R$ 20 o quilo. Essa elevação se dá pelos efeitos do atual período de guerra na Ucrânia.

Ainda na nota divulgada pela associação, o economista e professor do Ibmec Gilberto Braga observa que os consumidores brasileiros já estão sofrendo os efeitos da guerra em relação ao preço dos itens relacionados ao trigo. Gilberto acrescenta que, com a continuidade do conflito marcado pela Ucrânia e a Rússia, é possível que os preços das commodities.

O motivo do aumento é que os dois países do leste europeu, juntos, são os maiores produtores de trigo, responsáveis por 29% do consumo mundial e o conflito afeta não só a produção, mas toda a logística de exportação.

Para critério de comparação, Gilberto avalia, ainda, o preço do quilo do pão localizado em padarias do Rio de Janeiro. Segundo o professor, antes da crise, o valor variava entre R$ 9 a R$ 12, mas agora o quilo está sendo vendido entre R$ 15 a R$ 20.

De acordo com a Associação, o Brasil produz menos da metade do trigo consumido e precisa importar grandes quantidades do grão de países como a Argentina, Canadá e os Estados Unidos. O aumento do preço do trigo, para a Associação, impacta diretamente os valores de produção para os fabricantes de produtos como biscoitos, massas e bolos.

Detalhes da pesquisa do preço da cesta básica

Entre os itens que contribuíram para o aumento da cesta estão o feijão, a farinha de mandioca e o óleo de soja, que tiveram alta em todas as capitais analisadas na pesquisa do Dieese. Assim como citado anteriormente, o preço do trigo também levou em um aumento no preço da cesta básica, já que o pão francês é um dos principais alimentos presentes no dia-a-dia dos brasileiros.

Ainda sobre a cidade de São Paulo, que possui a maior preço da cesta básica, o Dieese calculou que o salário mínimo necessário para suprir as despesas de um trabalhador e de sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, seria de R$ 6.394,76 no mês de março, o que equivale a 5,28 vezes o valor do salário mínimo em vigor no país, de R$ 1.212,00.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.