Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Poupança Viabilizada de Forma Planejada e Orgânica

 Planejamento financeiro pessoal e a poupança viabilizada

O planejamento financeiro pessoal pode ser um diferencial para a viabilização de uma poupança. No entanto, é importante que se atente a alguns pontos para direcionar as suas finanças através de novos hábitos e tornar a economia uma melhoria orgânica na sua vida.

Primeiramente, tenha clareza sobre a sua situação financeira atual. Somente assim você conseguirá viabilizar uma poupança e amparar o seu planejamento em longo prazo.

Separe seus custo e categorize-os

Para isso, faça a separação entre os seus custos fixos e variáveis. Através de mapeamento pessoal você pode realizar essa separação de custos e categorizá-los.

Existem aplicativos de finanças pessoais que podem ajudar nessa vertente. Porém, você pode utilizar uma planilha de excel ou um caderno, o que importa é que você separe os seus custos fixos e variáveis. Ao passo que faça esse controle também quanto a sua rotina, tal como ocorre com o fluxo de caixa empresarial. Os custos fixos são os valores inerentes ao consumo e sobrevivência, já os demais, são os custos variáveis.

 A economia como um hábito nas suas finanças

O hábito de economizar deve estar na sua rotina. No entanto, é necessário que haja uma estabilidade para que você não seja muito rígido nessa mudança.

Além da economia doméstica, que a maioria das pessoas já fazem, você pode realizar as economias em relação às suas escolhas e hábitos de consumo.

Por exemplo, você pode cancelar uma TV a cabo e assinar um streaming. Bem como, diminuir o número de número de pedidos delivery, ou ainda, trocar um cartão de crédito tarifado por um cartão de crédito sem anuidade. Essas são pequenas economias que podem fazer diferença em determinado período de tempo, como o prazo de um ano, por exemplo.

 A poupança viabilizada de forma orgânica

 Após essas mudanças em seus hábitos você poderá direcionar os valores para a poupança. No entanto, esses valores no início do seu plano podem ser baixos, pois você está alimentando o hábito da poupança, juntamente com o hábito de criar caminhos econômicos em sua rotina, sem que isso impacte de uma forma muito rígida seu estilo de vida.

Certamente, com o passar do tempo, esses seus novos hábitos irão viabilizar valores cada vez mais elevados para a poupança. Bem como, você passará a questionar seus hábitos de consumo de uma forma natural, amparando suas demandas imediatas e melhorando a sua relação com o dinheiro para que você realize seus objetivos de vida em longo prazo. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.