Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Poupança: reserva de emergência e planejamento financeiro

Faça uma poupança para que tenha uma reserva de emergência através do planejamento financeiro. Veja dicas relevantes!

O planejamento financeiro pessoal pode ser muito importante para que consiga alcançar suas metas pessoais, bem como, para alimentar o hábito da poupança.

Faça uma poupança para que tenha uma reserva de emergência através do planejamento financeiro

Sabemos que é difícil se organizar financeiramente em uma situação de crise financeira pessoal ou em uma crise financeira ocasionada por fatores externos que impactam diretamente na renda da população, como ocorreu recentemente devido a pandemia causada pelo novo coronavírus.

No entanto, é muito importante que você faça um planejamento financeiro para que possa viabilizar uma reserva de emergência e se amparar em situações advindas de fatores externos.

Separe seus gastos fixos e variáveis 

Sendo assim, primeiramente para que esse planejamento financeiro seja eficiente, sugerimos que você faça um tipo de separação de seus gastos fixos e variáveis.

São gastos fixos os valores referentes a manutenção da sua rotina, como fornecimento de água, energia elétrica, telefone, internet, aluguel etc. Por outro lado, os demais gastos são variáveis.

Verifique suas metas pessoais e separe-as em curto, médio e longo prazo

Posteriormente, é importante que você verifique suas metas pessoais e separe-as em curto, médio e longo prazo para que você possa ter clareza sobre possíveis ações que você pode tomar dentro da sua rotina.

Não crie um novo ciclo de endividamento

Além disso, caso você esteja endividado, pode ser importante realizar negociações. Todavia, cabe uma ressalva quanto ao volume de negociações que você pretende fazer.

Pois, caso você seja uma pessoa que possui muitas dívidas, é importante que direcione os valores referentes às parcelas das negociações dentro do seu planejamento financeiro para que evite criar um fluxo financeiro negativo ao tentar pagar suas dívidas.

Faça trocas financeiramente viáveis e direcione os valores economizados para a poupança

 Além disso, faça trocas financeiramente viáveis. Por exemplo, você pode trocar o cartão de crédito comum por uma opção de cartão de crédito sem anuidade.

Sendo assim, você irá gerar economia organicamente, bem como, pode ser importante centralizar seus gastos em um único cartão, já que você aumentará o controle dentro da sua rotina.

Mudar hábitos requer atenção, disciplina, foco e direcionamento

 Além disso, questione suas compras por impulso e verifique itens em bom estado de conservação que possam ser vendidos. Tenha paciência com o seu processo, pois mudar hábitos requer atenção, disciplina, foco e direcionamento. Por isso, pode ser que você consiga alcançar resultados positivos, ainda que não seja algo que ocorra de forma linear.

Sendo assim, refaça o seu planejamento periodicamente para que você alcance suas metas pessoais, ainda que seja algo resolutivo apenas em longo prazo.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.