Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Porto Alegre vai distribuir cestas básicas para profissionais da cultura

A cidade de Porto Alegre anunciou que vai começar a distribuir cestas básicas para profissionais que trabalham com cultura na cidade. A ideia do Governo local é tentar atenuar o sofrimento dos trabalhadores que não estão conseguindo ter nenhum tipo de renda agora.

De acordo com a Prefeitura, os interessados precisam fazer um cadastro em um site local. É nesse endereço que as pessoas terão que preencher um formulário e esperar pelo resultado. Para ir até este website, basta clicar sobre este link e fazer as anotações dos dados em questão.

Quem está fazendo esse pagamento é a Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre. De acordo com membros desse órgão, a Prefeitura deve gastar algo em torno de R$ 78 mil com a compra desses produtos. Isso deve dar para comprar cerca de 600 cestas básicas.

Não há um prazo para o final do preenchimento desse formulário. A ideia é que eles deixem essa inscrição aberta até que os produtos se esgotem. É que eles estão querendo evitar que as cestas acabem sobrando. Por isso, a inscrição não tem uma data final.

Ainda de acordo com a Prefeitura, a ideia é que o auxílio vá para cada CPF do cadastro. Isso leva a crer portanto que mais de uma pessoa de uma mesma família pode receber a cesta. Isso considerando que esses dois ou mais indivíduos sejam profissionais que trabalham com cultura.

Profissionais da cultura

Desde o início desta pandemia, há uma preocupação com a situação dos profissionais de eventos no Brasil. Vários governos locais estão tentando atenuar a crise para essas pessoas. Muitas delas estão passando por dificuldades por causa da falta de trabalho neste momento.

Vale lembrar que muitos governos tiveram que optar por fechamentos de serviços nos últimos meses. A ideia evita que as pessoas se contaminem mais com o coronavírus. Por outro lado, a situação dos trabalhadores informais se complica por causa da falta de renda.

No caso dos trabalhadores da cultura, a situação é ainda pior. Acontece que boa parte desses empregados não está podendo trabalhar desde o início da pandemia. Quem trabalha com grandes shows, por exemplo, não está conseguindo juntar renda neste momento.

Cestas básicas e Auxílio

Vale lembrar que alguns governos dos estados e prefeituras de cidades estão optando por pagar cestas básicas para essas pessoas. É o caso de Porto Alegre, por exemplo. Por essa lógica, a comida chega na mesa do trabalhador de forma direta.

Outros estados, no entanto, estão preferindo pagar um auxílio em dinheiro. Assim, esses trabalhadores escolhem o que querem fazer com a quantia em questão. No entanto, esse repasse não costuma ser muito grande. Esses profissionais estão recebendo, no máximo, parcelas de R$ 300.

Vale lembrar que o Governo Federal também pagou o seu auxílio para esta categoria. Estamos falando portanto da Lei Aldir Blanc. Os pagamentos estão nas mãos dos estados e das prefeituras. No Congresso, há um projeto que tenta transformar o programa em uma lei fixa. Não há, no entanto, uma data para essa votação.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.