Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

PIS/Pasep: Benefícios 2020 e 2021 serão pagos no próximo ano? Saiba mais

De acordo com a decisão do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), o pagamento do PIS/Pasep referente ao ano-base 2020, ocorrerá apenas no primeiro semestre de 2022. Neste sentido, o Governo deve distribuir mais de R$ 20 bilhões aos trabalhadores que receberão o abono salarial no ano que vem.

A quantia de R$ 20 bilhões já está garantida pela proposta orçamentária do ano que vem, que foi publicada na semana passada no Diário Oficial da União (DOU). O dinheiro está reservado no Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Pagamento do PIS/Pasep

Vale ressaltar que o abono salarial 2020 começaria a ser distribuído a partir do próximo mês, julho. No entanto, agora a expectativa é que o benefício seja liberado em fevereiro de 2022.

Desta forma, a listagem dos trabalhadores que receberão a parcela no ano que vem deve terminar em janeiro de 2022. Além disso, o cronograma de pagamento deve ser divulgado perto do mês previsto para iniciar os pagamentos.

Referindo-se ao pagamento do abono salarial para quem trabalhou em 2021, a previsão estava para ser realizado no segundo semestre de 2022, no entanto, deve ficar para 2023. Embora a decisão do Codefat, foi prevendo o pagamento dos dois abonos (2020 e 2021) no mesmo ano, algumas contradições estende esse prazo a 2023.

Exclusão do abono salarial

O benefício que já foi adiado para o próximo ano, pode ser não disponibilizado aos trabalhadores. Isso porque, o presidente da república, Jair Bolsonaro, prevê o fim dos pagamentos do PIS/Pasep para aumentar o valor médio pago pelo Bolsa Família (BF).

O programa social, paga atualmente um valor médio de R$ 192 a cada família, o que gera um custo anual de R$ 35 bilhões aos cofres públicos. Entretanto, diante as últimas discussões sobre a reformulação do BF, o pagamento de R$ 300 as famílias em situação de vulnerabilidade, seria possível sobre a extinção do PIS/Pasep, que custa a União R$ 20 bilhões. Esse montante seria suficiente para a ampliação do programa.

Contudo, o representante da Força Sindical no Codefat, Sergio Luiz Leite, argumenta que o benefício do abono salarial é constitucional, por essa razão, para suspender ou extinguir o PIS/Pasep Bolsonaro teria que alterar a Constituição Federal.

Veja também: INSS pode adotar biometria em solicitações de empréstimo consignado

17 Comentários
  1. Edmarcos Diz

    Contava com esse dinheiro governo fdp

  2. Shirley Diz

    Só tirando do trabalhador que acorda cedo todos os dias pra ganhar o pão.

  3. Volmir Manoel da Silva Diz

    É só eles tirarem uma pequena porcentagem nos benefícios da classe política que é absurda que sobra muito dinheiro, até mais do que precisam. Pois o que eles recebem só de auxílios já é muito exorbitante, o salário deles eles nem mexem, sobra limpo, enquanto nós trabalhadores temos que trabalhar quatro meses só pra impostos

  4. Ricardo Diz

    Cara vei… Não tem como mas defende esse presidente poxa so tirar das nossas costas. Eu já tava contando com esse dinheiro pra pagar umas contas, por que eles não cortam metades dos privilégios deles…..

  5. Nivam de Farias Silva Diz

    Aplicativo muito bom

  6. Junio Rodrigues Diz

    Eu em algum momento até pensei que poderia votar nesse presidente ,mas vejo que não há essa possibilidade .
    Um presidente que cogita em tirar direitos trabalhistas não merece ter meu apôio e nem da classe trabalhadora,”que já é muito desvalorizada”.PIS& PASEP são direitos que a classe contribuinte conseguiu com muita luta e hoje e constitucional ,”bousa família e programa social” .o governo que arranje um outro jeito pra pagar esse recurso que não pode ser definitivo no meu ponto de vista,até mesmo porque se o país melhorar sua condição econômica nada impede que possa ser revisto e até mesmo suspenso ou substituído esse tipo de programa.
    Fica aqui registrado minha idiguinação com esse retrosesso que é a possibilidade desse presidente cortar direitos trabalhistas e achar que está acima da constituição federal.

  7. Junio Rodrigues Diz

    Eu em algum momento até pensei que poderia votar nesse presidente ,mas vejo que não há essa possibilidade .
    Um presidente que cogita em tirar direitos trabalhistas não merece ter meu apôio e nem da classe trabalhadora,”que já é muito desvalorizada”.PIS& PASEP são direitos que a classe contribuinte conseguiu com muita luta e hoje e constitucional ,”bousa família e programa social” .o governo que arranje um outro geito pra pagar esse recurso que não pode ser definitivo no meu ponto de vista,até mesmo porque se o país melhorar sua condição econômica nada impede que possa ser revisto e até mesmo suspenso ou substituído esse tipo de programa.
    Fica aqui registrado minha idiguinação com esse retrosesso que é a possibilidade desse presidente cortar direitos trabalhistas e achar que está acima da constituição federal.

  8. JOANA Diz

    Governo precisa dar dinheiro para quem trabalha, pois quem não trabalha ganha mais dinheiro do quem trabalha,palhaçada!
    Trabalho desde 7 anos de idade tenho quase 30 de idade já me sinto muito cansada de tanto trabalhar,enquanto muitos sobrevivem nas costas dos trabalhadores de verdade como eu ,quero meu pis!

  9. Clayton Diz

    Os direito deles eles não mexe o direito do trabalhador querem mexer Lula 2022 para acabar essa palhaçada

  10. Rosita leal Diz

    Concordo com a Kelly isto está errado estão preocupado com auxílio e esquecendo do trabalhador que querem receber nosso país só queremos o que é nosso trabalhamos o ano inteiro o auxílio e pra quem tem o dia inteiro pra ficar sentada

  11. MARLI Diz

    isso não é justo estou desempregado não pego auxílio agora nem o PIS meu Deus

  12. Marcio de jeus barbosa filho Diz

    Eu queria saber quanto vou receber o meu

  13. Rodnei Goulart Diz

    Isso é pra fazer campanha eleitoral 2022

  14. RIAN Diz

    Lula vem nos salvar , # eu sou lula ano que vem!

  15. gilvanete Gomes da Silva Diz

    Eu queria eu queria saber se eu tinha direito ao FGTS e o PIS

  16. Kelly Diz

    Uma palhaçada isso, trabalhamos é com essa crise as coisas estão muito caras, agora um abono que ia nos ajudar o governo quer pagar só no ano que vem, mais ficar dando dinheiro para quem nem trabalha é nem precisa eles querem, como esse auxílio, uns merecem é outros não, por isso o Brasil não vai pra frente.

  17. Fernando Diz

    Agente esperando o nosso pasep agora esse governo filho de chocadeira faz isso

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.