Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

PEC Emergencial será promulgada na segunda

A PEC Emergencial (Proposta de Emenda á Constituição) será promulgada nesta segunda-feira (14) na Câmara dos Deputados. A cerimônia está marcada para acontecer ás 10h, no plenário do Senado. A informação foi confirmada pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

A PEC foi aprovada no último dia 4 e na Câmara dos Deputados na madrugada desta sexta-feira (12). O texto é um importante mecanismo para garantir o auxílio emergencial para a população mais vulnerável durante a pandemia da Covid-19.

Com ela, será possível gastar R$ 44 bilhões por fora do teto de gastos. Isso não significa que todo valor será gasto com o auxílio emergencial, mas sim que este é o teto para o benefício. A medida é uma complementação feita pelo relator da PEC no Senado, Márcio Bittar (MDB-AC).

Para compensar este gasto, a PEC Emergencial propõe “mais rigidez na aplicação de medidas de contenção fiscal, controle de despesas com pessoal e redução de incentivos tributários”, explica o Senado em seu site.

Atualização de cadastro no Caixa Tem é importante

Para o recebimento do auxílio emergencial 2021, que deve ter a sua primeira rodada em abril, será necessário a atualização de dados no aplicativo Caixa Tem.

“Para efetivar a atualização, usuário deve acessar a conversa “Atualize seu cadastro” no aplicativo e enviar documentos solicitados: foto ( selfie ) e documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de endereço). O envio é feito totalmente pelo celular, sem necessidade de ir até uma agência”, explicou a Caixa em comunicado em seu site.

Veja aqui o calendário completo. A liberação para atualizações iniciou neste domingo (14) e deve seguir até o último dia deste mês.

O aplicativo foi um importante mecanismo para recebimento de benefícios sociais no ano passado e também para a liberação de crédito.

Valor do auxílio emergencial

Ainda nesta segunda-feira (08), o ministro da Economia, Paulo Guedes, revelou que estima o valor das próximas parcelas do auxílio emergencial 2021 deve ficar entre R$ 175 e R$ 375.

“Esse é um valor médio, porque se for uma família monoparental, dirigida por uma mulher, aí já é R$ 375. Se tiver um homem sozinho, já é R$ 175. Se for o casal, os dois, ai já são R$ 250. Isso é o Ministério da Cidadania, nós só fornecemos os parâmetros básicos, mas a decisão da amplitude é com o Ministério da Cidadania“, explicou o ministro em coletiva no Palácio do Planalto.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.