PAGAMENTO LIBERADO: INSS surpreende e deposita R$ 1.960 na conta; veja como receber

Recentemente, o Governo Federal anunciou a antecipação do pagamento do 13º salário do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para os aposentados e pensionistas. De acordo com informações oficiais, cerca de 30 milhões de segurados da autarquia devem receber os pagamentos entre os meses de maio e junho.

A antecipação do 13º salário será divida em duas parcelas. A primeira parcela do valor extra dos aposentados e pensionistas seguirá o calendário mensal dos benefícios do INSS, estando prevista ainda para este mês. Já o pagamento da segunda parcela deve ocorrer no mês de junho.

A antecipação do benefício terá um investimento estimado em R$ 62,6 bilhões. O objetivo da antecipação do 13º salário do INSS é impulsar a economia do país, haja vista que a liberação desses recursos nos mercados locais traz um efeito positivo imediato. Portanto, os segurados que, ao longo deste ano, tenham recebido algum auxílio, serão alcançados pela medida do Governo Federal.

Confira abaixo as datas de pagamento da antecipação do 13º salário do INSS.

Calendário da antecipação do 13º salário do INSS

Você pode conferir o calendário de pagamentos antecipados do 13º salário logo abaixo. Os cronogramas são compostos pelas datas da primeira e segunda parcela de pagamento do benefício.

Calendário de pagamento das pessoas que recebem um salário mínimo.

  • Final do benefício 1: 25 de maio e 26 de junho;
  • Final do benefício 2: 26 de maio e 27 de junho;
  • Final do benefício 3: 29 de maio e 28 de junho;
  • Final do benefício 4: 30 de maio e 29 de junho;
  • Final do benefício 5: 31 de maio e 30 de junho;
  • Final do benefício 6: 1 de junho e 3 de julho;
  • Final do benefício 7: 2 de junho e 4 de julho;
  • Final do benefício 8: 5 de junho e 5 de julho;
  • Final do benefício 9: 6 de junho e 6 de julho;
  • Final do benefício 0: 7 de junho e 7 de julho.

Agora, você pode conferir o calendário para as pessoas que ganham mais de um salário mínimo.

  • Final do benefício 1 e 6: 1 de junho e 3 de julho;
  • Final do benefício 2 e 7: 2 de junho e 4 de julho;
  • Final do benefício 3 e 8: 5 de junho e 5 de julho;
  • Final do benefício 4 e 9: 6 de junho e 6 de julho;
  • Final do benefício 5 e 0: 7 de junho e 7 de julho.

Valor do 13º salário do INSS

A partir deste mês, os segurados do INSS passarão a receber os benefícios com valores reajustados, seguindo a alteração do salário mínimo, que passou de R$ 1.302 para R$ 1.320. Dessa forma, o valor do 13º salário também será aumentado, possibilitando que os cidadãos se beneficiem ainda mais.

A saber, o 13º salário será pago em duas parcelas, no valor de R$ 660 cada uma. Dessa forma, em cada pagamento, os brasileiros receberão o valor do piso nacional, de R$ 1.320, acrescido do abono extra deste mês, totalizando, assim, a quantia de R$ 1.960.

Como receber o 13º salário do INSS?

Como já mencionado, os beneficiários deverão receber o valor em duas parcelas, sendo uma ainda neste mês de maio e outra em junho. Ademais, a antecipação do 13° salário para os beneficiários do INSS deve acompanhar o calendário de pagamentos do benefício.

Portanto, quem faz parte do grupo de aposentados e pensionistas que receberão o adiantamento, não precisa se preocupar. Isso porque, o dinheiro vai cair junto com a renda mensal e na data habitual.

Quem terá direito a antecipação do 13° salário?

Como já mencionado, mais de 30 milhões de segurados poderão receber a antecipação do benefício. De acordo com as regras gerais do INSS, terá direito ao 13º salário:

  • Quem recebe auxílio por incapacidade temporária;
  • Quem recebe auxílio acidente;
  • Aposentados de todas as modalidades de aposentadoria;
  • Quem recebe pensão por morte;
  • Quem recebe auxílio-reclusão.

No entanto, é importante destacar que os beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) não possuem direito ao pagamento extra e, por isso, não receberão a antecipação do 13° salário do INSS.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.