Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.2/5 - (4 votes)

Pagamento do auxílio emergencial: veja quem recebe

O governo federal realizou um pente-fino nos cadastros e agora o pagamento do auxílio emergencial deverá ser feito para cerca de 33 milhões de brasileiros. Para chegar a este número foi realizado, nos últimos 11 meses, um cruzamento no banco de dados.

O levantamento também indicou que dos 33 milhões de possíveis beneficiários, 14 milhões que já estão no programa Bolsa Família. As informações são do blog da jornalista de política, Ana Flor.

O pagamento do auxílio emergencial foi feito em abril do ano passado para mais de 65 milhões de pessoas. A segunda rodada, porém, o número de beneficiários caiu para cerca de 57 milhões de pessoas.

Ao todo 11 bases de dados foram utilizadas no levantamento feito para essa possível nova rodada de pagamento do auxílio emergencial. Outra funcionalidade empregada foi  uma plataforma desenvolvida pelas secretarias de Governo Digital e de Previdência e Trabalho.

A nova base não servirá apenas para controle do pagamento do auxílio emergencial, bem como de outros benefícios sociais que venham a ser lançados.

Veja alguns dos bancos de dados utilizados:

  • Cadastro Geral de Empregados e Desempregados -Caged
  • Instituto Nacional do Seguro Social – INSS
  • Microempreendedor Individual – MEI
  • Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS

Saiba que o CPF é aliado na hora da consulta de dados, apenas com o número deste documento é possível tem informação sobre quem é servidor público, militar, aposentado, pensionista, empresário e quem são seus dependentes no Imposto de Renda.

Auxílio emergencial deve ser pago em março

Ainda não foi divulgado o perfil dos novos beneficiários, mas a expectativa é que o auxílio emergencial seja pago em março.  Após pressão, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (11) que uma nova rodada do auxílio emergencial “está quase certa, ainda não sabemos o valor”, garantiu.  Ainda não está definido o número de parcelas, mas o parlamentar indicou que devem ser três ou quatro.

Por outro lado, mesmo com este anúncio a data para retomada do auxílio emergencial não foi informada, mas é esperado que seja em março. O valor do auxílio deve ser entre R$ 200 e R$ 250.

A declaração é positiva, num cenário que o presidente chegou a negar qualquer extensão, com a alegação que o benefício não era aposentadoria. 

As informações fazer parte de entrevista concedida a TV Mirante, afiliada da TV Globo no Maranhão. As falas do presidente ocorrerem após uma cerimônia de entrega de títulos de propriedade rural em Alcântara.

“Está quase certo, ainda não sabemos o valor. Com toda a certeza, a partir… com toda a certeza, pode não ser a partir de março. Três a quatro meses, está sendo acertado com o Executivo e o Parlamento também porque temos que ter responsabilidade fiscal”, prometeu Bolsonaro.

A possível retomada do auxílio emergencial não é fruto do caso, pelo contrário. Anteriormente Bolsonaro já tinha criticado e negado a extensão do benefício, agora decidiu voltar atrás.

A renovação do benefício foi  motivo de pressão, principalmente por conta da segunda onda da Covid-19 no Brasil.  Arthur Lira (PP), presidente da Câmara, e Rodrigo Pacheco (DEM), presidente do Senado, têm articulado para o retorno do benefício.

3.2/5 - (4 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.