Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (8 votes)

Pagamento do 14º salário deve ocorrer em dois anos consecutivos

Caso aprovado, o salário extra será repassado com um valor máximo equivalente a dois salários mínimo em vigência, nos meses de março do ano de 2022 e 2023.

Está em trâmite na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei (PL) 4367/20, que prevê a liberação de um 14º salário aos aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Caso aprovado, o salário extra será repassado com um valor máximo equivalente a dois salários mínimo em vigência, nos meses de março do ano de 2022 e 2023. A iniciativa ajudará os segurados diante a pandemia do coronavírus.

Veja também: Reajuste no salário mínimo de 2022 e novos valores do INSS; veja

Quem terá direito ao 14º salário?

Em suma, o benefício será pago a todos os aposentados e pensionistas que também têm direito ao 13º salário, sendo quem recebe:

  • Pensão por morte;
  • Aposentadoria;
  • Auxílio-acidente;
  • Auxílio-reclusão;
  • Auxílio-doença.

Importante

Até que o PL seja aprovado, é possível que o mesmo sofra algumas alterações realizadas pelos parlamentares. Neste sentido, é preciso estar atento às informações e verificar constantemente o calendário liberado pela autarquia, para ver se há alguma atualização quanto aos possíveis novos pagamentos.

Vale ressaltar que quando a proposta foi criada, os pagamentos estavam previstos para serem efetuados nos anos de 2020 e de 2021, uma vez que nas épocas os segurados tiveram o calendário de repasses do 13º salário antecipado. Para manter o PL, foram reajustadas algumas condições.

Reajuste no salário mínimo de 2022 e novos valores do INSS

O reajuste do salário mínimo gera uma série de outras alterações. Além de impactar a remuneração dos trabalhadores, a correção também interfere no valor pago nos benefícios governamentais, a ressaltar os distribuídos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

De acordo com o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), o acúmulo da inflação representou 10,02%. Diante disso, o Governo Federal reajustou o salário mínimo em R$ 112 em 2022, passando de R$ 1.100 para R$ 1.212.

Reajuste nos benefícios do INSS

O INSS, conforme a legislação, não pode conceder um benefício inferior a um salário mínimo em vigência aos seus segurados. Desta forma, os aposentados, pensionistas e demais beneficiários que recebem um valor equivalente ao piso nacional, terão acesso a um abono igual a R$ 1.212 este ano.

Com relação aos demais segurados, ou seja, aqueles que ganham mais que um salário mínimo, suas cotas também serão reajustadas conforme o novo piso. Basta incluir a porcentagem de correção igual a inflação ao valor bruto recebido durante o ano de 2021. Lembrando que não pode passar do teto de cerca de R$ 7.000.

Posto isto, confira a seguir alguns benefícios concedidos pelo INSS:

  • Aposentadoria especial;
  • Aposentadoria por incapacidade permanente;
  • Aposentadoria por idade (urbana e rural);
  • Aposentadoria da pessoa com deficiência;
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Pensão por morte;
  • Pensão por morte rural;
  • Auxílio-acidente;
  • Auxílio-doença;
  • Salário-maternidade;
  • Salário família.
4/5 - (8 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.