Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

O que é um lapso de memória?

Um lapso de memória pode ser considerado como algo comum de todo e qualquer ser humano. Afinal, quem é que nunca se esqueceu de alguma coisa, mesmo quando se tratava de algo relativamente importante? Pois é!

Entretanto, muitas pessoas ainda têm dúvidas com relação a esse tipo de situação. Além disso, questionam-se sobre a normalidade dos lapsos. E para responder a esses questionamentos, fizemos este conteúdo para você. Acompanhe e entenda.

O que é um lapso de memória?

Um lapso de memória pode ser entendido como um breve esquecimento acerca de alguma coisa. Esse esquecimento pode se envolver tanto com algo importante (como perder a chave), quanto com algo mais simples, como esquecer um número de telefone.

O nosso cérebro precisa, eventualmente, fazer uma “limpa” em nossa memória. E se estivermos afetado emocionalmente, essa limpa poderá ser um pouquinho maior do que o necessário. Aqui, um dos tipos de lapso de memória podem aparecer.

Mas, mesmo quando estamos bem emocionalmente, nosso cérebro pode ainda se esquecer de algo. Algumas pessoas chamam esse episódio de “branco”.

Com o passar do tempo, é possível que o sujeito retome a memória que parecia perdida, mas em outros casos pode não se recordar de determinado ponto da situação.

É normal ter esses lapsos?

Sim. É absolutamente normal ter esses lapsos, desde que eles aconteçam dentro de um equilíbrio plausível. Ou seja, se eles acontecem eventualmente e em situações diversas, pode ser considerado como normal.

Nosso cérebro precisa, todos os dias, se esquecer de algumas coisas. Caso contrário, teríamos uma mente super carregada de informações, inclusive inúteis. E isso faria com que o nosso cérebro gastasse muita energia para processar tudo isso que está armazenado.

Sendo assim, esquecer-se das coisas é algo comum e natural. Inclusive, é considerado saudável, pois quem tem dificuldades para esquecer coisas inúteis tende a desenvolver problemas emocionais e tende a desenvolver doenças mentais, como a hipermnésia, que é justamente o oposto da amnésia.

Quando buscar ajuda médica?

Mas, e quando os lapsos de memória se tornam muito frequentes? Devo buscar ajuda médica?

Bem, essa resposta é complexa, mas, se você sente que os esquecimentos estão afetando a sua qualidade de vida, produtividade e até mesmo sociabilidade, não hesite na hora de buscar ajuda médica.

Afinal, esquecer-se de algumas coisas, no cotidiano, faz parte do desenvolvimento do nosso cérebro. Mas quando isso se torna algo muito constante e que até constrange o sujeito, é o momento de buscar ajuda para investigar se está tudo bem com a saúde cerebral.

Por meio de exames específicos, o médico poderá avaliar se os esquecimentos estão envolvidos com:

  • Emoções;
  • Falta de atenção e concentração;
  • Má alimentação;
  • Sedentarismo;
  • Desidratação;
  • Doenças neurodegenerativas;
  • Entre outras possibilidades.

Portanto, fique atento! E não deixe para cuidar da saúde apenas quando ela se tornar algo intensamente afetado. Cuide-se sempre e mantenha a sua qualidade de vida. Afinal, lembrar-se das coisas é algo primordial para sermos bem-sucedidos nos mais diversos âmbitos, não é mesmo?

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.