Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

O plano de Guedes para as pessoas que sairão do Auxílio Emergencial

De acordo com o Ministro da Economia, o Governo Federal tem um plano para as pessoas que irão sair do Auxílio em novembro

O Governo Federal começou oficialmente nesta semana os pagamentos da sexta parcela do Auxílio Emergencial. De acordo com as informações oficiais, faltam apenas mais este e um outro repasse para que o programa chegue ao seu final. E o fato é que já tem muita gente preocupada com o que vai acontecer depois disso.

De acordo com as informações de bastidores, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, tem uma espécie de plano para pessoas que não permanecerão no projeto. Segundo o chefe da pasta econômica o plano é fazer com que essa parcela da população consiga emprego nos próximos meses. Assim, eles não precisariam mais de benefícios sociais.

Essa promessa, no entanto, não é tão simples de se cumprir quanto parece. No final do ano passado, quando o Governo decidiu encerrar o Auxílio Emergencial, Guedes prometeu a mesma coisa. De acordo com o Ministro, a situação econômica do país estava melhorando e os usuários do programa iriam começar a conseguir empregos no início deste ano.

Vale lembrar que o Auxílio Emergencial do Governo Federal está fazendo pagamentos atualmente para algo em torno de 35,9 milhões de pessoas. A partir de novembro, parte desses usuários deve entrar para o novo Bolsa Família. Só que de acordo com as informações de bastidores não tem espaço para muita gente.

Mesmo o mais otimista dos governistas reconhece que milhões de pessoas que hoje recebem o Auxílio Emergencial passarão a ficar sem nenhum tipo de benefício a partir do próximo mês de novembro. Isso vai acontecer justamente porque não tem vaga para todo mundo dentro desse novo projeto.

Novo Bolsa Família

O Governo Federal segue com a ideia de que vai começar os pagamentos do novo Bolsa Família em novembro. O programa deve atender algo em torno de 17 milhões de pessoas. Pelo menos é o que dizem as informações de bastidores.

O fato, no entanto, é que os números do novo programa ainda não estão definidos. Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, o Bolsa Família atual faz pagamentos para algo em torno de 14,6 milhões de brasileiros.

Ainda de acordo com o Ministério, essas pessoas recebem em média R$ 189 por mês. Vale lembrar que o Governo também quer subir esse patamar para cerca de R$ 300. Só que este número também não passou por uma definição.

Empregos

O Ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni, disse que o Governo Federal também está trabalhando em uma série de programas para estimular a abertura de vagas de emprego. Pelo menos esta é a promessa até este momento.

Uma das ideias, por exemplo, é fazer parcerias com prefeituras de municípios para que elas contratem jovens e idosos. O plano é que o governo municipal divida o salário da pessoa com o Palácio do Planalto.

Onyx disse ainda que o poder executivo tem uma série de outros projetos em mente. Só que ele afirma que ainda não vai dar detalhes sobre eles, embora deixe claro que a ideia é colocá-los em prática ainda neste ano.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
9 Comentários
  1. Raquel Santos Silva Diz

    Boa noite pena que broqueo o meu auxílio porque estava mim ajudando muito desempregada que estou com um Monte de problemas de saúde com um filho de menor mas deus foi tão maravilhoso comigo que desbloqueo o meu bolsa família só tenho que agradece a Deus obrigado senhor

  2. Adriano Said dos Reis Diz

    Uma grande parte de famílias passarão por enorme dificuldades financeira por causa desse ministro Paulo Guedes.

  3. Adelson de Souza Lima Diz

    Cadê os empregos projetos de criação de micro empresa para da emprego para os jovens e velhos de 55 anos esse Brasil é uma vergonha

  4. Marcelo Campos Diz

    Este MUNRÁ! VAI TER DINHEIRO GUARDADO E NÃO VAI PODER COMER NADA!
    VAI VET COMIDA NA FRENTE DELE E VAI MORRER DE FOME POR TUDO QUE TÁ FAZENDO CONTR OS MAIS POBRES SOFREDORES.

  5. Lourdes Diz

    O DINHEIRO DELES, ELES TÊM DE ONDE TIRAR TODO MÊS! O ALIMENTO DELES, TAMBÉM! A POPULAÇÃO É, QUEM PAGA TUDO, QUE ELES CONSOMEM! POR ISSO, É, QUE ESTAMOS SEM! O PAULO GUEDES, ESTA SE ACHANDO. ELE TEM QUE SE COLOCAR NO NOSSO LUGAR, DEIXAR DE SE ACHAR SUPERIOR AOS OUTROS. ALIÁS, A MAIORIA DELES, SE ACHAM, SEM SER!

  6. Maria Diz

    Paulo Guedes não entende que NÃO existe emprego formal como ele SONHA. Os que trabalham como autônomos são milhões de Brasileiros, sendo eu uma dessas pessoas que necessita da renda de outros para que eu possa ter a minha. E convenhamos, o País está desmoralizado com essa pandemia! Estamos doentes emocionalmente também!

  7. Joao Diz

    E do voltar a escravidão, como eles queriam com a tal reforma trabalhista, igual as outras que era pra gera emprego, mas não gero nada.

  8. Comentario Diz

    Com a inflação aumentando e alta dos juros, no setor privado é pouco provável que surja novos empregos.

  9. Marta Angelin Mello Diz

    Bom Dia!

    É sabido por todos brasileiros que feliz era aquele que passava em concurso público, mas cabe ressaltar que com as mudanças previdenciárias o servidor público é regido por uma nova ordem e o( povo) sabe que existe muitos ministérios que poderiam ser eliminados, e os que neles trabalham seguirem empreendendo, o que não é impossível. Tem que diminuir o custo Brasil.!!Tem que ocorrer uma reforma ministerial e politica urgente@!!!! BOLSONARO SIGA OS EXEMPLOS DE PAÍSES EM ÉPOCA DE GUERRA ECONÔMICA. Auxílio emergencial não resolve precisa entrar no olho do furacão, parar com está guerra política pensar no crescimento em todos os aspectos humanos e negócios. Voa Brasil!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.