Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

O desastre de Chernobyl: vai cair na sua prova!

O desastre de Chernobyl: um resumo

O desastre de Chernobyl é conhecido por ser o maior desastre nuclear de toda a história da humanidade. 

Dessa maneira, não é de se surpreender que o assunto seja extremamente cobrado nas principais provas de história de todo o Brasil, com um destaque para os vestibulares.

O desastre de Chernobyl: Introdução

Em 1986, o reator de número 4 da usina nuclear de Chernobyl, cidade da URSS, explodiu. O material radioativo que estava presente no reator se espalhou por uma grande área e matou milhares de pessoas, contribuindo para o declínio e o fim na União Soviética.

Até os dias atuais o acidente é tema de filmes e séries, sendo considerado o maior acidente nuclear da história.

O desastre de Chernobyl: Causas

O acidente foi causado, principalmente, por uma grande falha humana. Afinal, os operadores responsáveis pelo reator de número 4 não cumpriram com todas as medidas de segurança necessárias para o bom funcionamento do aparelho. Além disso, os reatores utilizados pela URSS, do tipo RBMK, possuíam uma notórias falhas em seus projetos, o que pode ter contribuído para o desastre.

O acidente ocorreu durante a realização de um teste de segurança, resultando na explosão do reator 4. Dois trabalhadores morreram com a explosão e, logo em seguida, iniciou-se um incêndio que duraria diversos dias.

O reator ficou exposto e a fumaça causada pelo incêndio espalhou material radioativo na atmosfera local. O vento espalhou o material pelo mundo,  alcançando países como a Polônia, a Áustria e a Suécia.

O desastre de Chernobyl: Consequências

Os soviéticos esconderam o acidente ocorrido em Chernobyl, uma vez que isso prejudicaria a imagem da URSS, que já estava em crise. O evento só foi descoberto devido aos alertas emitidos pelos suecos, quando o material radioativo chegou na Suécia.

A população de Chernobyl só começou a ser evacuada após 36 horas do início do acidente. Além disso, os habitantes não puderam levar alimentos ou animais domésticos e foram informados de que era somente algo temporário.

Todas as regiões a 30km de Chernobyl foram classificadas como zonas que apresentavam riscos para os humanos e foram evacuadas.

O desastre contribui para o fim da URSS. Além disso, o material radioativo prejudicou diversos territórios da região. Estimativas apontam que a região de Chernobyl deve ficar inabitada por cerca de 20 mil anos.

Outra consequência do desastre foi o aumento do número de casos de câncer na população da Ucrânia e da Bielorrússia, que faziam parte da URSS. Não se sabe ao certo quantas pessoas morreram em decorrência do desastre de Chernobyl, uma vez que suas consequências podem ser sentidas na região até os dias de hoje.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.