NOVO RG 2022: Você terá que alterar o seu modelo de documento; veja como fazer

Atenção, brasileiros! As emissões da nova Carteira de Identidade Nacional (CIN) já começaram e os cidadãos podem realizar o procedimento já durante este mês. A princípio, o novo formato do Registro Geral (RG) unifica a antiga carteira de identidade e o Cadastro de Pessoa Física (CPF).

Em primeiro lugar, os cidadãos poderão realizar a emissão do novo RG através dos órgãos estaduais, como a Secretaria de Segurança Pública. Ademais, é importante frisar que os institutos que ainda não emitirem o novo formato do documento, terão até o dia 06 de março de 2023 para se adaptarem.

Seja como for, além do documento físico, será possível obter o novo RG Digital, através de qualquer aparelho móvel. Sendo realizado o pedido do novo documento pelo cidadão, os órgãos estaduais de registro civil validarão a identificação pela plataforma Gov.br.

“Gradativamente, deixaremos de ter uma carteira de identidade para cada estado. São 26 estados e o Distrito Federal, cada um com sua carteira. Isso vai acabar. Haverá uma identificação única do cidadão”, informou Luiz Eduardo Ramos, Ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República.

Quais as mudanças trazidas com o novo RG?

Dentre as justificativas para o lançamento da nova versão do documento, está a de unificar os registros para evitar fraudes. Até então, uma única pessoa poderia ter até 27 números de RG.

“A nova identidade vem com um QR Code que pode ser lido de forma rápida por qualquer cidadão, facilitando a identificação e a autenticidade do documento”, informou a Secretaria-Geral.

Dentre tantas mudanças, confira as principais:

  • Autenticação do documento através do QR Code;
  • Biometria obrigatória (impressão digital da pessoa);
  • Identificação se o titular é doador de órgão ou não;
  • Constará a naturalidade do cidadão;
  • Adoção do padrão internacional código MRZ (mesmo código que contém nos passaportes);
  • Presença do grupo sanguíneo e fator RH no documento;
  • Por fim, a uniformização da Carteira de Identidade para todo território nacional.

Como solicitar?

Segundo o Ministério da Economia, “neste primeiro momento, somente serão emitidas as novas identidades para cidadãos que estiverem com as informações no CPF de acordo com suas certidões atualizadas. Pessoas que não possuírem ou estiverem com as informações incorretas no cadastro poderão recorrer aos canais de atendimento a distância da Receita Federal para resolver a situação. No futuro, os próprios órgãos de identificação civil farão novas inscrições e atualizações no CPF”.

Caso queira saber se na sua região já está sendo emitindo o novo modelo de RG, busque informações junto aos órgãos de identificação como as Redes Poupa Tempo e Expresso Cidadão. Dessa forma, para contar com a nova versão, será necessário apresentar a certidão de nascimento ou casamento.

Qual será a validade do novo RG?

A princípio, o novo RG terá prazos de validade diferente, a depender da idade do cidadão. Veja:

  • 0 a 12 anos: validade de 5 anos;
  • de 12 a 60 anos incompletos: validade de 10 anos;
  • a partir de 60 anos: validade indeterminada.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.