Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Novo presidente do BNDES nega privatização do banco

Nesta terça-feira, 16 de julho, aconteceu a posse do novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O engenheiro Gustavo Henrique Moreira Montezano assumiu o lugar de Joaquim Levy, que pediu demissão em junho.

Em seu discurso de posse, Montezano deixou claro que não haverá privatização do banco. A notícia da nova posse também indica possibilidade de novos concursos públicos, pois o último foi a cerca de sete anos.

O novo presidente afirmou que a empresa não irá competir no mercado privado, e que seu papel é ser pioneiro e complementar à economia privada, não competir com ela. Ele disse: “Esse banco conhece o Brasil como poucos. Tem um corpo de técnicos de fazer inveja às principais instituições internacionais. Usar esse corpo para competir com a iniciativa privada seria um desperdício de talento, de energia e de foco.”

Montezano também apresentou cinco metas de gestão para este ano. Conheça-as:

  • Explicar a caixa preta para a população brasileira;
  • Acelerar a venda de participações especulativas em bolsa de valores que o banco ainda detém na ordem de 100 bilhões de reais;
  • Concluir a devolução de recursos ao Tesouro Nacional de 126 bilhões de reais;
  • Apresentar um plano tri-anual com orçamento, metas claras e um redimensionamento do banco;
  • Melhorar a prestação de serviços do banco, “permitindo que o gestão público não perca tempo e foco pensando em como pagar as contas, mas sim em como melhorar a vida do pagador de impostos.”

BNDES teve quadro de funcionários fixado em junho

Assim como os Correios, BB Tecnologia, Casa da Moeda, Eletronorte, Eletrobras, EBC, entre várias outras empresas, o BNDES teve seu quadro de funcionários permanente divulgado. O Governo Federal publicou a portaria que fixou o número de funcionários de 27 empresas públicas e sociedades de economia mista, dentre elas o BNDES.

Então, hoje, o quadro do BNDES tem 2.599 cargos permanentes. De acordo com a portaria, “compete à própria empresa gerenciar o seu quadro de pessoal, praticando atos de gestão para contratar ou desligar empregados”.

Último Concurso BNDES

O último concurso do BNDES foi realizado em 2012. Na oportunidade, a banca organizadora foi a Fundação Cesgranrio. As provas foram aplicadas nas cidades de São Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Porto Alegre/RS, Recife/PE e Salvador/BA.

Na oportunidade, foram oferecidas vagas de nível médio e superior. Para nível médio, as oportunidades foram para a carreira de técnico administrativo. Já para cargos de nível superior, as vagas foram de profissional básico, com formação nas áreas de administração, análise de sistemas – desenvolvimento, análise de sistemas – suporte, arquitetura, arquivologia, biblioteconomia, comunicação social, contabilidade, direito, economia, engenharia e psicologia.

Os salários oferecidos foram de R$ 4.148,82 para técnico administrativo e R$ 10.405,04 para profissional básico, já inclusos os R$ 399,08 de auxílio-alimentação e R$ 823,95 de auxílio-refeição. Ambos os cargos, possui jornada de 35 horas semanais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.