Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Novo Bolsa família não terá valor muito diferente que o do Auxílio Emergencial

Há uma grande expectativa em torno do valor do novo Bolsa Família. É que o Governo vem fazendo mistério sobre esse montante. Muito se falou que o programa poderia ser o maior de todos. E esse é mesmo o objetivo do Planalto. No entanto, as informações de bastidores apontam para outro sentido.

A ideia inicial do Governo Federal seria pagar um valor médio do Bolsa Família de R$ 250. Seria portanto uma elevação de patamar se compararmos com os números de hoje. De acordo com o Ministério da Cidadania, o programa atual paga uma média de R$ 190 por mês.

Logo depois, o próprio Presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que o valor médio do novo Bolsa Família seria de R$ 300. A informação acabou pegando muita gente dentro do Ministério da Economia de surpresa. E declarações de fontes de dentro do Palácio do Planalto apontam que a média não vai chegar neste número.

A questão é que chegando ou não, esses valores não são muito diferentes do que se vê hoje nos pagamentos do próprio Auxílio Emergencial. De acordo com o Ministério da Cidadania, os repasses atuais do programa variam entre R$ 150 e R$ 375.

Então como se vê, o maior valor do benefício atual é até maior do que o montante médio do novo Bolsa Família. E isso considerando que o projeto vai pagar um repasse médio de R$ 300, o que de fato não deve acontecer. Pelo menos é o que dizem as fontes oficiais.

Custo de vida

O Governo Federal tenta fazer um outro tipo de aposta neste momento. O que eles querem é que os valores sigam os mesmos, mas as condições de vida melhorem. A ideia é portanto aumentar o ritmo de vacinação para que o Brasil volte a um processo de normalidade o mais rápido possível.

Assim, de acordo com membros do Governo, milhões de pessoas que hoje precisam do Auxílio para viver poderiam voltar a trabalhar e não precisar mais do dinheiro. Além disso, mesmo aqueles que seguissem precisando da quantia, poderiam passar a usar ele muito mais como um adicional extra e não como uma renda completa.

Economistas se dividem sobre essa aposta. É que muitos não acreditam muito em uma recuperação econômica e uma retomada de empregos tão rápida. Muitos acreditam que uma parte grande da população seguirá precisando de auxílios do Governo por mais tempo.

Do outro lado, especialistas em saúde pública também não acreditam muito que o Brasil vai conseguir imunizar toda a sua população ainda este ano. De qualquer forma, a ideia do Ministério da Economia é apostar que a vacinação vai resolver boa parte dos problemas.

Auxílio Emergencial

Independente do valor, o Governo está seguindo com os pagamentos do novo Auxílio Emergencial nesta semana. Agora, eles estão realizando os repasses da terceira parcela do benefício para os informais que nasceram no mês de maio.

De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, o Presidente Jair Bolsonaro deverá fazer um anúncio com todos esses detalhes ainda nesta semana. Então até a próxima sexta-feira (25), o chefe do executivo deverá divulgar mais informações sobre esses projetos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.