Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.6/5 - (5 votes)

NOVO auxílio para 30 milhões de brasileiros é cobrado

Pré-candidato do PSDB à presidência da República, João Dória disse que Governo precisa pagar Auxílio para 30 milhões de brasileiros

O Governador de São Paulo, João Dória, venceu as prévias do seu partido e é neste momento o pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto em 2022. Em entrevista para a emissora CNN Brasil, o tucano disse quais são as suas considerações em relação ao Auxílio Brasil e a atuação do atual Governo.

Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, o novo Bolsa Família está atendendo cerca de 14,5 milhões de brasileiros em seu primeiro mês de pagamentos. Os valores neste momento possuem uma média de R$ 220. A expectativa do Governo Federal é aumentar esses números a partir de dezembro.

Eles querem subir o número de usuários para a casa dos 17 milhões. Além disso, eles querem aumentar o valor do benefício para a casa dos R$ 400. Só que para isso, o Governo pretende aprovar a PEC dos Precatórios. Esse texto já passou pela aprovação da Câmara dos Deputados e agora está no Senado Federal.

Aparentemente, Dória não concorda com essa manobra. Ainda na entrevista que concedeu para a emissora CNN Brasil, ele disse que essa PEC não seria uma solução ideal. Além disso, ele argumentou que o Governo Federal não poderia deixar cerca de 30 milhões de brasileiros desassistidos pelas políticas públicas.

“O auxílio é bom, é positivo, mas não com a ruptura do teto. O governo não fez o que deveria ter feito”, disse o Governador. “O governo tem que fazer um recuo e oferecer o auxílio dentro daquilo que não seja ruptura (do teto de gastos), para não deixar no abandono 30 milhões de brasileiros que vivem em pobreza”, completou ele.

Os números

Nesta entrevista para a CNN Brasil, o Governador de São Paulo não disse qual a fonte que ele usou para chegar nesses números. Hoje, o que se sabe e que cerca de 20 milhões deverão ficar sem auxílios.

A fonte deste dado é o próprio Governo Federal. Quem disse isso foi o Ministro da Cidadania, João Roma. Ele é ninguém menos do que chefe da pasta responsável pelos pagamentos do Auxílio Emergencial e também do novo Bolsa Família.

De todo modo, a fala de Dória vai dando o tom para a campanha política eleitoral do próximo ano. O Auxílio Emergencial deverá ser um dos principais temas de debates entre os candidatos que estarão disputando a presidência.

Auxílio Brasil: o que ainda não se sabe

O fato é que alguns pontos do Auxílio Brasil ainda não estão definidos pelo Governo Federal. Algumas ideias ainda estão no papel e alguns textos ainda carecem de aprovação no Congresso Nacional.

Ainda não se sabe, por exemplo, quanto o Governo Federal vai pagar no Auxílio Brasil em dezembro. Isso porque há uma dependência da aprovação da PEC dos Precatórios. Esse texto está em tramitação no Senado Federal.

Em caso de aprovação, o Governo está prometendo aumentar o tamanho do Auxílio Brasil tanto em número de usuários como também no valor dos repasses. Se os senadores não aprovarem o texto, o Planalto deverá seguir para uma espécie de plano B.

3.6/5 - (5 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.