Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.8/5 - (23 votes)

NOVO auxílio de R$ 200 confirmado em 6 parcelas

O pagamento de um novo auxílio no valor de R$200 foi confirmado em 6 parcelas. O benefício, já liberado, tem expectativa de atender aproximadamente 100 mil famílias em situação de vulnerabilidade sejam atendidas até dezembro de 2022 pelo programa.

Veja também: 8ª parcela do auxílio emergencial de até R$375 com liberações ainda em 2021

O benefício é voltado para a compra de alimentos, produtos de limpeza e higiene, sendo vetada a aquisição de bebidas alcoólicas, combustíveis e produtos cosméticos. Atualmente o programa está atendendo cerca de 30 mil famílias.

O Ser Família está em vigência desde maio deste ano e apoia as famílias carentes do Estado do Mato Grosso inscritas no Cadúnico. Além disso, é preciso ter uma renda mensal per capita de até R$ 89, com registro no Bolsa Família. O pagamento ocorre por meio de um cartão específico da iniciativa.

Considerando as alterações nos critérios e na forma de pagamento do programa, previstos na Lei 602/21 aprovada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL/MT), o Ser Família passará por mais novas mudanças.

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), informou que os cartões previamente disponibilizados aos beneficiários do programa serão substituídos. Isso porque, uma nova empresa ficará encarregada pelos repasses dos valores.

Segundo a secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, a previsão é que todos os cartões distribuídos sejam substituídos este mês. Ela reforça dizendo que não haverá mudança no programa, sendo apenas um ajuste no programa, que trará um valor mais elevado e por um período maior.

Cadúnico

Antes de mais nada, o grupo familiar deve escolher um representante legal. Ele deve ter no mínimo 16 anos e ser preferencialmente do sexo feminino. Definido o responsável, deve se dirigir ao Centro de Referências em Assistência Social (CRAS) da região.

Na ocasião, ele deve apresentar ao menos o seu título de eleitor e CPF. No entanto, o cadastro é de todo grupo familiar, sendo assim, será necessário ter em mãos ao menos um dos documentos de cada membro da família listados abaixo:

  • Título de Eleitor;
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Carteira de Trabalho;
  • CPF;
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI) em caso de famílias indígenas e quilombolas (para todo o núcleo familiar);
  • Comprovante de residência recente, conta de água ou luz de no máximo três meses (para todo o núcleo familiar).
3.8/5 - (23 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

5 Comentários
  1. Antônio Marcos de Melo Brito Diz

    Eu achei um absurdo eles ter cortado meu auxílio, estou desempregado sou autônomo, ganhava o dinheiro pra empregar nas minhas vendas e agora nem isso mais, acredito que tem muito q ganham só pra se divertir e fazer outras coisas, gastam sem nessecidade, isso é o Brasil q estamos. Lamentável.

  2. Luiz claudio Diz

    Estou deempreado 6 anos moro sosinho sera q tenho direito?

  3. Maurício Machado Diz

    Governo tem ajudado , mas ainda não supre
    a necessidade da população vulnerável.os aposentados e pensionistas tbm não receberam nenhum apoio na pandemia. A classe está muito unida pelas redes siciais. Acho que em 2022 farão a diferença nas urnas.

  4. alexandre Diz

    chat mais mintiroso q va vi

  5. Marilene de lima duarte Diz

    Quero muito eu não tenho trabalho tenho uma filha é só Deus que me ajuda e meus pais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.