Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.5/5 - (11 votes)

NOVO Auxílio Brasil de R$400 vai ser transitório

De acordo com o Ministro da Economia, Auxílio Brasil no valor de R$ 400 vai mesmo acabar depois das eleições do próximo ano

O Auxílio Brasil vai ser transitório? Essa é uma discussão que está tirando o sono de muita gente e movimentando as redes sociais na última semana. Aparentemente, nem o próprio Governo Federal bateu o martelo sobre esse assunto ainda. Os próprios Ministros estão dando declarações desencontradas.

No último dia 11, foi a vez do Ministro da Economia, Paulo Guedes. Em entrevista, ele disse que o Auxílio Brasil vai mesmo ser temporário. Ele disse que o objetivo inicial era fazer os pagamentos fixos, mas isso só teria acontecido com o valor de R$ 300 por mês. Como se sabe, o benefício vai pagar R$ 400 no mínimo.

“Embaixo da lei de responsabilidade fiscal, dentro do teto e com a fonte que seria o IR. Bloquearam o IR, ele foi aprovado na Câmara, não avançou ainda no Senado. Sem a fonte, isso não permite a criação de um programa permanente, então nós fomos empurrados para um programa transitório”, disse o Ministro.

“Houve a questão da sensibilidade social, que é aquele negócio ‘vamos dar então 400 [reais]’, já que não é permanente, dá um pouco mais. Passamos seis, sete meses falando que as pessoas estavam comendo ossos, que era uma fome generalizada, que as pessoas estavam desamparadas, a pressão política foi imensa em cima da economia”, acrescentou ele.

Paulo Guedes disse ainda nesta mesma declaração que aumentar o valor do projeto para a casa dos R$ 400 não foi sua ideia. De acordo com ele, isso foi resultado de muita pressão política sobre o Presidente Jair Bolsonaro. Ele revelou ainda que foi cogitado um aumento no patamar do benefício para a casa dos R$ 600, mas o chefe do executivo negou.

João Roma conta outra história

Essa versão de Paulo Guedes é completamente diferente da que deu o Ministro da Cidadania, João Roma. Na visão do ex-deputado, o Auxílio Brasil não é um programa transitório, e sim permanente.

De acordo com Roma, o Auxílio Brasil veio para ficar. Ele disse ainda que os usuários do benefício não precisam se preocupar com o fim do projeto em questão, justamente porque pela expectativa dele, o programa não vai acabar.

O líder do Governo no Senado, Senador Fernando Bezerra Coelho, veio com uma terceira história. Ele disse que o Auxílio Brasil é um programa temporário que vai chegar ao fim no final de 2022. Mas, na visão dele, nada impede que o próximo Presidente, já eleito, decida prorrogar os pagamentos.

Auxílio Brasil: o que se sabe

Como dito, nós estamos a poucos dias do início das liberações do Auxílio Brasil. Mas o fato é que até aqui, ainda há uma série de dúvidas e questionamentos da população que seguem sem respostas. E isso é um fato.

De qualquer forma, o que dá para saber é que os pagamentos começam já no próximo dia 17 deste mês de novembro. Também já se sabe que o valor médio do benefício neste primeiro repasse vai ser de R$ 217.

O Governo também já deixou claro que só vai aumentar o valor do Auxílio Brasil para a casa dos R$ 400 em caso de aprovação da PEC dos Precatórios. Caso contrário, o programa seguirá do mesmo tamanho que tem hoje.

3.5/5 - (11 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

1 comentário
  1. Thamires Diz

    Olha eu entendo sim q pagar um valor alto nesse novo programa social vai sair caro para os cofres.
    Porém, o governo acha que 400,00 reais é muito?
    A conta de luz está vindo acima dos 150,00
    A água acima dos 100,00
    O gás aqui na minha cidade está 100,00 (tem outros lugares mais caros).
    Só nisso já foi 350,00, que no caso quem consegue comprar comida para o mês com 50,00????
    Aí eles respondem. As vagas de trabalho. Porém as creches para mães solo assim como eu não estão funcionando em 100%. E em dezembro as creches fecham. Vocês Governantes, já pararam para pensar em como vai ser o Natal e Ano Novo sem comida na mesa de muita família??? Concerteza não né. A mesa dos senhores vai estar cheia a maioria vai viajar. Então só peço parem de pensar um pouco no bolso de vcs. E pensem nas famílias que irão passar necessidades.
    Obrigada desde já,isso foi um desabafo com muita dor no coração.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.