Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Saiba quais são os documentos que facilitam a aposentadoria no INSS em 2020

Os documentos específicos que o INSS poderá pedir ao beneficiário do governo vão depender do tipo de vínculo

Após um longo período de espera por conta das filas do INSS, o trabalhador deve se preparar para cumprir uma série de exigências para conseguir o benefício. Saiba mais!

Quem não consegue uma aposentadoria de forma automática no momento que a solicitação é feita, pelos canais de atendimento do INSS (telefone 135 ou Meu INSS), entra no grupo de 1,7 milhão de segurados que aguardam a convocação do órgão.

O candidato que se prepara durante a espera para cumprir os requisitos do INSS, como entregar documentos complementares, afasta o trabalhador de ter o pedido recusado pelo INSS. Por exemplo, em outubro do ano passado, foram feitas 956,3 mil solicitações. No entanto, quase a metade, 434,5 mil (45,4%) foram recusadas, segundo o boletim mais recente da Previdência.

Quem solicitou ou ainda vai pedir o benefício, o extrato do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) pode ser consultado para fornecer pistas se haverá a necessidade de comprovar vínculos de trabalho ou algum período de contribuição.

No caso do extrato do CNIS, o documento poderá ser solicitado em qualquer agência da Previdência. Para isso, é necessário fazer um agendamento pela internet ou telefone. Ou ainda, a consulta poderá ser feita através do portal Meu INSS, desde que o interessado tenha cadastro.

A consulta é importante,  uma vez que através dela poderá ser descoberto se o tempo de contribuição é suficiente para o benefício requisitado. Caso não for, a convocação para levar documentos ao posto é provável.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Documentos

Os documentos específicos que o INSS poderá pedir ao beneficiário do governo vão depender do tipo de vínculo ou, ainda, da contribuição que ele precisará comprovar. Veja:

  • Carteiras de trabalho, para empregados do setor privado ou sob regime da CLT
  • Certificado de Reservista, para quem cumpriu serviço militar Certidão de Tempo de Contribuição, para quem foi funcionário público
  • Carnês de pagamento, para quem foi contribuinte individual

Complementares

Já o trabalhador do setor privado que não possui todas as contribuições na carteira de trabalho pode precisar de documentos complementares para conseguir o benefício. Veja:

  • Extratos do Fundo de Garantia Holerites
  • Contratos de início e fim do vínculo de trabalho
  • Sentença de ação trabalhista
  • Cópia da ficha de registro de funcionário na empresa

Veja também: Abono do PIS/PASEP pode pagar de R$88 até R$1.045; veja se você pode

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?