Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso do INSS para técnico e analista é prorrogado por mais um ano

O concurso público do Instituto Nacional do Seguro Social (Concurso INSS) publicado em 2015 está prorrogado. A confirmação veio através do Diário Oficial da União desta quarta-feira, 24 de maio. Agora, a seleção fica válida até agosto de 2018 para as carreiras de técnico e analista do seguro social, de nível médio e superior, respectivamente.

Lembrando que das 950 vagas oferecidas no edital, falta ao governo nomear 300 aprovados.  Até o momento já foram autorizados o provimento de 650 cargos. Os candidatos aprovados dentro do número de vagas, serão convocados de acordo com a sua classificação, observando os critérios especificados no edital.

O presidente do órgão, Leonardo Gadelh, declarou ainda que pretende chamar os 475 excedentes (400 técnicos e 75 analistas), e que o pedido para ter o adicional de 50% das vagas será protocolado no Planejamento. No entanto, esse pedido só poderá ser feito após a chamada dos 950 aprovados.

Veja também: INSS vai solicitar novo edital para nível médio e superior! Até R$ 8.988,41!

O Concurso INSS

topapostilas.com.br

Divulgado em dezembro de 2015, o Concurso do INSS ofereceu 950 vagas, sendo 800 para Técnico do Seguro Social (nível médio) e 150 Analista do Seguro Social (nível superior). As oportunidades foram divulgadas da seguintes forma:

-Nível Médio: Técnico do Seguro Social (800 vagas). Salário de R$4.886,87 (chegando a R$ 5.259,87, após seis meses), já incluso as gratificações. Jornada de trabalho de 40 horas semanais.

-Nível Superior: Analista do Seguro Social (150 vagas). Salário de R$7.496,09 (até R$ 7.869,09), já com as gratificações. Jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Técnico: São Paulo (113), Acre (5), Alagoas (14), Amapá (5), Amazonas (34), Bahia (76), Ceará (22), Distrito Federal (10), Espírito Santo (4), Goiás (40), Maranhão (33), Mato Grosso (26), Mato Grosso do Sul (12), Minas Gerais (82), Pará (84), Paraíba (4), Paraná (37), Pernambuco (35), Piauí (2), Rio de Janeiro (17), Rio Grande do Norte (20), Rio Grande do Sul (49), Rondônia (22), Roraima (3), Santa Catarina (32), Sergipe (7) e Tocantins (12);

Analista: São Paulo (18), Acre (6), Alagoas (2), Amapá (3), Amazonas (3), Bahia (22), Ceará (7), Goiás (4), Maranhão (4), Mato Grosso (6), Mato Grosso do Sul (7), Minas Gerais (15), Paraíba (4), Rio Grande do Sul (12), Pará (6), Paraná (3), Pernambuco (3), Piauí (1), Rio de Janeiro (4), Rondônia (5), Roraima (2), Santa Catarina (6), Sergipe (1) e Tocantins (5), além do Distrito Federal (1).

Leia Também:

Comentários estão fechados.