Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Mitos e verdades sobre a redação do Enem

A redação é uma das provas mais temidas pelos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por se tratar de uma prova de caráter discursivo. Além disso, a escrita da redação do Enem exige uma série de elementos e tem uma correção rigorosa a partir de cinco competências estabelecidas pelo Inep.

Em muitos cursos, como o de Letras, por exemplo, a nota da redação tem peso significativo na competição por uma vaga. Por isso, muitos estudantes se dedicam com afinco em busca da nota máxima. No entanto, nesse processo, se veem diante de diversos afirmações peremptórias sobre o que é certo e errado, mas nem tudo é verdade e há diversos mitos ao redor dessa prova. Pensando nisso, esclarecemos abaixo os mitos e verdades sobre a redação do Enem. Confira!

Precisa ter título – Mito

Em primeiro lugar, apresentamos uma questão que causa muita dúvida nos candidatos do Enem. A redação não precisa ter título, logo, trata-se de um mito. O título do texto não é uma exigência das cinco competências estabelecidas pelo Inep. Desse modo, os corretores não analisam o conteúdo do título, apenas contam como uma linha preenchida. Por outro lado, um bom título pode influenciar a leitura positivamente. Cabe ao estudante decidir por usar ou não um título.

Deve ter quatro parágrafos – Mito

Outro mito comum sobre a redação do Enem é a obrigatoriedade de compor o texto em quatro parágrafos. Na verdade, por ser do tipo argumentativo-dissertativo, o texto exige a divisão em três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão. Por isso, a maioria dos textos têm três ou quatro parágrafos. É comum desdobrar o desenvolvimento em dois parágrafos pela fluidez da leitura, mas não é obrigatório.

Exige uma proposta de intervenção – Verdade

Sim, a redação do Enem exige uma proposta de intervenção e esta é avaliada pela quinta competência. O estudante necessariamente deve pensar em uma solução para o potencial problema apresentado pelo tema proposto. Caso o estudante não pense em uma proposta, pode perder até 200 pontos. Lembre-se que a proposta de intervenção exige cinco elementos: a ação, o agente, o modo, o efeito, e o detalhamento.

É necessário respeitar os Direitos Humanos – Verdade

Respeitar os Direitos Humanos é uma regra importantíssima da redação do Enem. Ela definitivamente não é um mito. Além disso, qualquer frase que desrespeite o que está previsto na Declaração Universal dos Direitos Humanos pode zerar toda uma competência, além de empobrecer o conteúdo geral do texto.

A cópia dos textos anula a redação – Mito

Copiar integralmente todos os textos motivadores sem acrescentar informações novas consiste em plágio e plágio é crime, logo, prejudica a nota da redação. No entanto, copiar uma ou duas linhas dos textos motivadores não anula a sua redação. No entanto, é preciso ter mais de 7 linhas de produção própria para a banca avalie devidamente o seu texto. Além disso, você pode parafrasear trechos dos textos de apoio.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia 5 livros para conhecer a trajetória de Clarice Lispector e suas obras.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.