Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

MEC publica edital do Fies 2021 do primeiro semestre

O Ministério da Educação (MEC) publicou nesta sexta-feira, dia 18, o edital referente ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre de 2021. Assim, o documento confirma as datas de inscrição já informadas anteriormente pela pasta. De acordo com o edital, os interessados poderão realizar a inscrição entre os dias 26 e 29 de janeiro de 2021.

Além disso, o documento prevê o uso das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de anos anteriores. Assim sendo, os candidatos poderão usar nota de qualquer edição do Enem a partir de 2010. As notas do Enem 2020 não poderão ser usadas pois, por conta da pandemia da covid-19, a aplicação das provas só deve ocorrer em janeiro e fevereiro de 2021. Desse modo, os candidatos só terão acesso às notas do Enem 2020 em março. 

O mesmo irá valer para o Programa Universidade para Todos (ProUni), já que as inscrições também ocorrerão em janeiro. Com isso, as notas do desempenho no Enem 2020 só poderão ser usadas nas seletivas do Fies e do ProUni do segundo semestre de 2021.

Essa decisão do MEC gerou críticas nas redes sociais, pois muitos estudantes se sentiram lesados. Nesse sentido, a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) criticou a medida. Rozana Barroso, presidente da Ubes, afirmou: “Já enfrentamos uma situação de evasão escolar, de total falta de apoio, de exclusão digital e agora isso. Não estamos entendendo nada. Poderemos entrar numa faculdade? Ou irão nos tirar isso também? O MEC precisa ser claro e responsável com nosso futuro, que é também o futuro do Brasil”.

Sobre o Fies

O FIES é um programa do MEC que oferece financiamento a estudantes que querem realizar cursos do ensino superior em instituições da rede privada. Para pleitear uma vaga no programa, o candidato deve ter participado do Enem a partir da edição de 2010 e obtido a média exigida por edital, além de possuir renda familiar mensal per capita de até três salários mínimos.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Veja Corte no MEC pode afetar educação em até R$ 1 bilhão.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.