Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

MEC prevê que 54 escolas devem aderir ao modelo cívico-militar em 2021

O Ministério da Educação (MEC) prevê que haja a adesão de 54 escolas ao modelo cívico-militar em 2021. A adesão das escolas ao programa é voluntária. O modelo cívico-militar é o modelo de gestão escolar que o governo de Jair Bolsonaro defende para melhorar a qualidade do ensino público.

De acordo com o MEC no lançamento do programa, em 2019, a previsão é que 200 escolas irão aderir ao modelo até 2023. Assim, neste ano, mais de 50 unidades de ensino aderiram ao programa. A lista dos locais selecionados em 2021 deve ser divulgada em 25 de janeiro.

Nesta segunda-feira (28), foi publicada uma portaria no Diário Oficial da União segundo a qual o governo deve priorizar a instalação de duas escolas cívico-militares em todos os estados e no DF. Isso daria a soma de 54 instituições neste modelo.

Ainda conforme o MEC, para a implementação do projeto, cada escola receberia o valor de R$ 1 milhão. No entanto, especialistas acreditam que o investimento é muito alto, principalmente ao considerar o impacto já que afetará apenas uma pequena parcela da população. Além disso, eles afirmam que o modelo cívico-militar não é o único modelo de gestão escolar que tem sucesso.

Nesse sentido, em fevereiro deste ano, algumas entidades divulgaram nota contra o modelo cívico-militar. Na nota, as entidades afirmam que há resultados de excelência também em escolas públicas não militares. Para elas, não se deve confundir a boa estrutura, a boa carreira docente e o ambiente escolar disciplinado com militarização, mas sim com investimentos públicos. De acordo com a ONG Todos pela Educação, o investimento por aluno nessas escolas chega a ser três vezes maior.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia O que fazer se “der um branco” na prova? Veja 3 dicas.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.