Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Literatura no vestibular: “Mensagem”, de Fernando Pessoa

Publicado pela primeira vez em 1934, o livro Mensagem é uma das obras mais importantes do poeta Fernando Pessoa. Além disso, foi a única obra lançada pelo próprio autor, de modo que os seus demais livros são póstumos.

Mensagem é um livro de poemas que têm como tema Portugal, onde nasceu Fernando pessoa. Nesse sentido, com um tom nacionalista, o autor explora os grandes personagens históricos portugueses por meio de sua linguagem lírica. A obra foi composta em três partes: “Brasão”, “Mar português” e “O Encoberto”.

Assim, o livro pode ser visto como uma epopeia fragmentária na qual Pessoa tece elogios a sua terra com um nacionalismo místico. Na primeira parte, “Brasão”, o poeta apresenta textos que remetem ao brasão de Portugal. Desse modo, os textos evocam grandes figuras da história portuguesa como, por exemplo, Dom Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal, e Afonso de Albuquerque, nome crucial para a expansão marítima portuguesa.

Intitulada “Mar Português”, a segunda parte de Mensagem versa sobre os principais feitos de Portugal durante as grandes navegações. Esse é um trecho muito importante da história visto que a primeira expansão ultramarina da Europa foi empreendida pelos portugueses, o que conferiu destaque a Portugal nos séculos XV e XVI.

 Confira um trecho do texto “Mar português”:

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Por fim, a terceira parte, “O Encoberto”, é aquela cujos textos contêm mais misticismo. Pessoa explora a figura do rei Dom Sebastião. Assim, o poeta insere o padre Antônio Vieira nos versos entre outros personagens da história de Portugal. 

Clique aqui para baixar a obra que está em Domínio Público.

Sobre o autor

Fernando Pessoa (1888-1935) é, para muitos, o maior poeta de língua portuguesa do século XX. Além de escritor, Pessoa foi também funcionário pú­blico e atuou como crítico musical. Apesar de ter falecido cedo, aos 47 anos de idade, o autor tem uma extensa obra.

De acordo com os críticos, sua obra reúne mais de um poeta, pois o autor assumia outras personalidades para a escrita. Entre os seu heterônimos mais importantes podemos citar lberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos.

Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também Dúvida de português: “chego” ou chegado”?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.