Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

LIBERADO saque de até R$1.800 de auxílio para os trabalhadores

O presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que prorrogou até o mês de dezembro o programa que permite empresas a reduzirem proporcionalmente, ou suspenderem, a jornada e o salário dos empregados.

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEM) foi criado durante durante a pandemia do novo coronavírus e foi instituído com uma medida provisória em abril. O benefício emergencial  já havia passado por duas prorrogações.

O decreto foi publicado no “Diário Oficial da União”. O prazo terminaria em outubro, porém, o ministro da Economia, Paulo Guedes, já havia informado sobre a prorrogação.

As medidas são válidas apenas enquanto durar o estado de calamidade pública. Portanto, os acordos deverão ser encerrados no dia 31 de dezembro de 2020.

“Diante do cenário atual de crise social e econômica, e com a permanência de medidas restritivas de isolamento social, faz-se necessária a prorrogação, mais uma vez, do prazo máximo de validade dos acordos”, informa material divulgado pelo Palácio do Planalto na última terça (13).

“Essa ação irá permitir que empresas que estão em situação de vulnerabilidade possam continuar sobrevivendo a este período e, desta forma, preservar postos de trabalho e projetar uma melhor recuperação econômica”, afirma o governo.

Como receber o benefício emergencial?

O pagamento será realizado por crédito em conta poupança existente em nome do trabalhador ou em Conta Social Digital, aberta automaticamente pela CAIXA, quando:

  • não tiver sido informada conta no ato da adesão;
  • houver impedimento para o crédito na conta indicada;
  • houver erros nos dados da conta informada.

A movimentação da conta poupança social CAIXA poderá ser efetuada com o uso do aplicativo CAIXA Tem, disponível para download nas lojas Android e IOS. O benefício não poderá ser depositado em nome de terceiros.

Valor do benefício

O valor do Benefício Emergencial corresponde a um percentual do Seguro-Desemprego a que o trabalhador teria direito em caso de demissão, variando entre R$ 261,25 até R$ 1.813,03, conforme o percentual de redução acordado.

A suspensão de contrato de trabalho prevê o pagamento de 100% do valor do Seguro-Desemprego.

O trabalhador intermitente terá um Benefício Emergencial com valor fixo de R$ 600,00.

Veja também: NOVO auxílio emergencial protocolado com valor de R$1.000; veja quem pode

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

6 Comentários
  1. Yves Fritznel Bocage Diz

    Rua vinte cinco de abril 59 são judas tardeu /iv
    esbocage2019@gmail. Com
    Yves fritznel Bocage precisa manda justiça a familiar trabalhador Yves crimes contra familiar agora saúde dinheiro garantia empréstimo documentos bloqueado cartão crédito uotro

  2. Jeferson da cunha Rodrigues Diz

    Está conversando merda isso é fraude, Bolsonaro envés de ajudar o intermitente, desempregado praticamente, tira o bem, e o trabalhador intermitente toma naquele canto .

  3. Jeferson Diz

    Hoje já é 31 de dezembro cadê o dinheiro dos intermitentes ????????

  4. maria estela Diz

    tive covid19 estou desempregada e ningueveip me oferecer a ajuda emeemervenci,eu pre iso nunca revebi nada ,quem revebeu em meu lugar?
    maria estela

  5. Carlos Alberto Romão Diz

    Meu auxílio emergencial não consegui receber duas parcelas a terceira e quarta de$600,00 , porque foi pago boletos fraudado, de minha conta de minha titulare.outra pessoa que pagou pelo Caixa tem! feito boletim de ocorrência, não consegui receber a.
    inda

  6. Vilma AP. Vallerio Dantad Diz

    Quero saber porque não recebi nem um valor da ajuda do governo se a pensão que recebo é Do de 780,00reais moro sozinha pago aluguel e medicamento muito caro vou completar 64 anos tenho problema respiratório pois fui acometida de uma trombose pulmonar dupla em abril desse ano o tratamento e de uso contínuo o que faço para ter direito na ajuda do governo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.