Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Internada com Leucemia, concurseira demonstra que diagnóstico não é destino

Mãe de uma linda menina, concurseira recebeu diagnóstico da doença há nove meses, mas não desiste do sonho de ser aprovada em um concurso público federal.

Ana Paula da Costa tem 32 anos e morava em Ipiaú, município do interior da Bahia (380 km da capital), com a mãe e a filha Luíza, que possui apenas três anos de idade. Há nove meses, Ana Paula foi diagnosticada com Leucemia Mielóide Aguda (LMA) e, desde então, está sendo submetida ao tratamento quimioterápico oferecido pelo SUS, no Complexo Hospitalar Dr. Edgar Santos (HUPES), em Salvador (BA).

“Os testes genéticos realizados, como o cariótipo da medula e alguns outros genes específicos, indicaram que tenho uma mutação nos genes FLT3 ITD e NPM1, que me classificam como alto risco pela alta probabilidade de recidivas da doença e indicação para o transplante de medula óssea (TMO)”, conta Ana Paula.

A principal característica da enfermidade que Ana Paula possui é a super produção das células que acabaram de nascer (tipos de glóbulos brancos). Quando desenvolvidos de  forma descontrolada, essas células param de proteger o organismo contra as bactérias e vírus. Em grande quantidade na medula óssea, bloqueiam a formação dos demais componentes do sangue, como glóbulos vermelhos e plaquetas.

Desempregada e sem poder arcar com os custos de aluguel e alimentação na capital da Bahia, ela e a mãe passaram a morar no hospital. “Tem sido um período difícil para mim e para meus familiares, em especial para minha mãe, que se afastou de todas as suas atividades laborais, recreativas e sociais para estar comigo desde o primeiro dia. Imaginem uma senhora de 62 anos dormindo e acordando em uma pequena poltrona de hospital público”, desabafa.

O sonho de ser aprovada num Concurso Público

Ana Paula compartilha dos mesmos objetivos daqueles que sonham com uma vaga no serviço público: ter estabilidade financeira e poder oferecer uma vida melhor para a família. Por isso, nem o diagnóstico da doença, nem as dificuldades emocionais e financeiras impediram que ela continuasse com os estudos para as provas de concurso público.

Nos dias em que não é submetida aos tratamentos, Ana Paula reúne os materiais de estudo e começa a sua rotina de concurseira. Atualmente, ela estuda para as provas de concurso público da Polícia Rodoviária Federal (PRF). “Meu maior sonho é ser aprovada, ter estabilidade e poder proporcionar uma vida melhor para a minha filhinha”, afirma.

A recidiva do câncer

No início do tratamento, Ana Paula foi submetida a um protocolo inicial composto por cinco ciclos de quimioterapia. Desde o primeiro ciclo, a doença entrou em remissão total, o que significava que não havia mais vestígios da doença no corpo ou que existia menos de 5% de células tumorais.

Infelizmente, no quinto e último ciclo do protocolo, exames demonstraram que a doença voltou a se manifestar, porém, de uma forma mais agressiva e potente. “Mais uma vez, infelizmente, acusou que a LMA segue ativa. Dois dias depois desse resultado devastador, eu reiniciei o sétimo ciclo seguido de químio, mas eu não desisto de lutar pelos meus sonhos, nem pela felicidade da minha filha”, conta.

Para poder continuar com o tratamento, Ana Paula precisa adquirir um medicamento indicado para pacientes adultos com leucemia mieloide aguda (LMA): a Midostaurina (substância ativa). Esse medicamento chega a custar mais de R$ 87.000,00. Apesar de ser registrado pela Anvisa desde abril de 2018, esse medicamento continua a ser negado pelos planos de saúde e o paciente só consegue ter acesso a substância se custeá-lo com recursos próprios ou por meio de liminar na Justiça.

Ela precisa de 12 caixas para que o recurso terapêutico seja realizado corretamente. Para poder ajudar a concurseira a custear todo o tratamento, os amigos e familiares de Ana Paula começaram uma campanha online, por meio da internet e das redes sociais.
Que tal fazer uma boa ação hoje mesmo? Pratique a solidariedade e contribua você também com esta campanha. Ajude  Ana Paula a continuar o tratamento, clique no link abaixo:

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/679644

ou deposite QUALQUER VALOR na conta abaixo:

Ana Paula da Costa
Caixa Econômica Federal
Ag. 0636
Op. 01
C/.Corrente: 7679-8

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
10 Comentários
  1. Espedito Alves Diz

    Considero um grande absurdo, se utizar da história de uma pessoa doente de LMA, para marketing de concurso e ainda mais com cobrança ao final. Não existe medicamentos nestes valores referidos, ainda assim, o SUS disponibiliza todo o tratamento. E não pode uma idosa ser acompanhante, tampouco, morar no hospital. Está tudo distorcido.

  2. Maria Aparecida Rosa Diz

    Ana você e uma guerreira e Deus vai te dar Vitória em nome de Jesus Cristo. Creia, Deus e com tigo

  3. Raimundo Diz

    Muito épico minha guerreira, você e seus familiares e amigos equipe médica e a todos que lutam todos os dias .

  4. Ester Diz

    Meu Deus! O remédio ainda é caríssimo. 🙁 Que ela fique totalmente curada e realize seu sonho, que o tratamento seja um sucesso e essa doença maldita nunca volte. Amém! Muito sucesso nos estudos, é uma grande motivação e inspiração para quem mesmo em situações bem irrelevantes perante a dela, ainda reclamam. Lembrarei disso quando for fraca.

  5. Rita de Cássia r da silva Diz

    Ana, você e um exemplo de fé e força de vontade, vai sair dessa com fé em Deus, vc e linda ! Vou te ajudar sim.Que Deus te abençoe.

  6. Thiago Oliveira Diz

    Assim, sabemos que não é fácil conviver com esta situação, ainda, mais uma moça jovem como você. Agora, com relação aos medicamentos, uma vez que o estado através do SUS é completamente desidioso, e faz vista grossa, o único caminho, ao meu vê como operador do Direito, é mover uma ação contra o estado, impretando com uma Liminar na obrigação de fazer, ou seja, que o órgão responsável forneça a Ana Paula, a paciente, todo o medicamento, bem como todo acompanhamento necessário no seu tratamento. Então amada, procure um profissional, Advogado, ou até mesmo a Defensoria Pública para defender seus direitos fundamentais. Boa sorte, e boa recuperação. Vi a matéria agora, não sei como está o andamento dos fatos junto ao Judiciário. Não tenho dinheiro, espero ter contribuído de alguma forma. Jesus te ama, ele sim, pode te curar. Basta você crê amada. Boa noite. Abraços: Thiago Oliveira!!!

  7. Aldair Diz

    Boa sorte, minha linda.

  8. Marlene Diz

    Qual o CPF da Ana Paula da Costa? Para que eu possa efetuar a transferência bancária através de TED ou DOC..

    1. Kelen Tatiane Duarte Martins Diz

      Bom dia, tmbm preciso saber do cpf pra fazer a transferência. Ou posso mandar meu zap e me manda no confidencial

  9. Abílio Diz

    Vou fazer um depósito e estar orando por vcs, Deus nos ajude!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.