Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

INSS: Pagamento de setembro será liberado a partir da próxima semana

A distribuição ocorre em dois cronogramas diferentes, sendo um para os que recebem apenas um salário mínimo e outro para os que ganham uma mensalidade maior.

A partir do dia 24 de setembro, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começará a pagar o benefício aos aposentados e pensionistas que recebem um salário mínimo. No dia 1º de outubro, passam a receber os segurados que ganham um valor superior ao piso nacional.

O calendário é referente ao 9º pagamento do ano, e começará no dia 24 e se estenderá até o dia 7 de outubro. Ademais, a distribuição ocorre em dois cronogramas diferentes, sendo um para os que recebem apenas um salário mínimo e outro para os que ganham uma mensalidade maior.

Em ambos os casos, os repasses acontecem de forma escalonada, ou seja, alternada conforme o número final do benefício (impresso no cartão). Confira a seguir as datas de pagamento deste mês:

Para os segurados que recebem apenas um salário mínimo

  • NIS final 1 – 24 de setembro;
  • NIS final 2 – 27 de setembro;
  • NIS final 3 – 28 de setembro;
  • NIS final 4 – 29 de setembro;
  • NIS final 5 – 30 de setembro;
  • NIS final 6 – 01 de outubro;
  • NIS final 7 – 04 de outubro;
  • NIS final 8 – 05 de outubro;
  • NIS final 9 – 06 de outubro;
  • NIS final 0 – 07 de outubro.

Para os beneficiários que recebem mais que um salário mínimo

  • NIS final 1 e 6 – 01 de outubro;
  • NIS final 2 e 7 – 04 de outubro;
  • NIS final 3 e 8 – 05 de outubro;
  • NIS final 4 e 9 – 06 de outubro;
  • NIS final 5 e 0 – 07 de outubro.

Contudo, vale ressaltar que quem recebe o salário pelo cartão do INSS pode trocar a forma de pagamento para uma conta corrente de mesma titularidade. Neste caso, será necessário acessar o site “Meu INSS” e agendar o serviço. Veja o passa a passo a seguir:

  1. Acesse o site “Meu INSS”;
  2. Informe o número do CPF e senha;
  3. Clique em “Agendamento/Solicitações”;
  4. No canto direito, clique em “Novo requerimento”;
  5. Depois, toque em “Atualização para manutenção de Benefício e outros serviços”;
  6. Em seguida, clique em “Transferir Benefício para Conta Corrente – Atendimento à distância”;
  7. Feito isto, preencha ou atualize as “Informações de Contato”;
  8. Ainda na tela, toque em “Dados Adicionais” e informe os dados bancários (agência, banco, tipo de conta, número da conta) e o número do benefício;
  9. Então, clique em “Anexos”;
  10. Para finalizar, toque no quadro azul “Novo” e envie os documentos para comprovar a titularidade da conta e do benefício.

Veja também: CAIXA libera conta gratuita de R$50 a R$2.000; confira

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.