Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.1/5 - (30 votes)

INSS: entenda decisão do STF que pode aumentar valor da aposentadoria

De acordo com análises de especialistas, decisão do STF pode acabar aumentando a aposentadoria de muita gente no INSS

Uma decisão do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) nesta sexta-feira (26) pode acabar mudando a vida de muita gente. É que de acordo com as informações oficiais, os magistrados formaram maioria para reconhecer a constitucionalidade da chamada “revisão da vida toda”. E isso pode aumentar a aposentadoria de muita gente.

Pelo que se sabe oficialmente o placar final foi de 6 a 5 pela constitucionalidade desse processo. Mas o que isso quer dizer na prática? De acordo com analistas, essa decisão faz com que as contribuições previdenciárias realizadas antes de julho de 1994 possam entrar no cálculo atual das aposentadorias. E isso faz toda a diferença.

É que com o reconhecimento de mais esse tempo de contribuição, muita gente vai poder ter o valor da aposentadoria atual aumentado. Afinal de contas, o INSS vai passar a reconhecer que esse cidadão trabalhou por mais tempo do que era reconhecido neste momento. Pelo menos é isso o que os especialistas estão dizendo.

Antes mesmo dessa decisão do INSS, o Governo Federal já vinha realizando cálculos sobre uma série de pontos referentes ao tema. De acordo com informações de bastidores, membros do Palácio do Planalto acreditam que essa mudança pode acabar custando algo em torno de R$ 46 bilhões aos cofres públicos.

Essa estimativa considera as revisões e as concessões. De acordo com informações de bastidores, quem não gostou nada dessa decisão do INSS foi a ala econômica do Governo Federal. Aliados do Ministro da Economia, Paulo Guedes, consideram que isso poderia acaba sendo um “desastre” para as contas públicas. Esse é literalmente o termo que eles estão usando.

Hoje

De acordo com as regras atuais, o INSS só considera para as contas previdenciárias as contribuições realizadas após julho de 1994. Com isso, o que se sabe é que muita gente acaba recebendo menos do que precisava.

Mas afinal, por que existe essa diferenciação? De acordo com analistas, foi justamente em julho de 1994, que o Governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso começou a implantar o Plano Real para ajudar a combater a inflação.

É preciso esperar

Ainda de acordo com analistas, o ideal agora é aguardar. É que com essa decisão, nada está muito definido. Acontece que nem todo mundo que contribuiu antes de julho de 1994 vai poder ter um aumento na aposentadoria.

Tudo isso justamente por causa dessa correção com valores atuais. Em alguns casos, as pessoas podem até mesmo ter uma queda no valor. Todavia, nesta situação, o segurado segue recebendo aquilo que está pegando hoje do INSS.

Aposentadoria

Outro ponto que precisa ficar claro é que esse julgamento do INSS ainda não está completamente terminado. Todos os ministros já votaram, mas qualquer um deles ainda pode ser levado para o plenário físico.

Se isso acontecer, então tudo vai começar do zero mais uma vez. É justamente por isso que é preciso ter calma agora. De acordo com as informações oficiais, se nenhum ministro pedir isso até 8 de março, então aí sim o processo acaba e a decisão é promulgada

4.1/5 - (30 votes)
11 Comentários
  1. Ana Lima Diz

    Não revisão da aposentadoria pous não há interesse. Imagine o aposentado se informa, o INSS informa que não tem direito a revisão. ..Quando o aposentado consegue uma resposta lá a seguinte: O seu prazo (tempo)para pedir a sua revissão já terminou . Desde estagiário meu marido contribui pelo teto. Isto é brincadagem. Aposentado em janeiro de 1998. É muita safadeza. Ou seja , o INSS fornece as informações que convém ao Governo..Dentro do prazo ou fora do prazo , a resposta é sempre a mesma . É gastar $$$ com advogado à toa..

  2. Célia Regina de Souza Cordeiro Diz

    Me aposentei em 2008, porém houve um erro de calculo por parte do Inss, deixou de ser contabilizados 10 anos, sendo ajustado somente em 2013, portanto, após 5 anos. Acredito que tenho direito na revisão, uma vez que o valor real começei a receber somente em 2013. Essa revisão são para os aposentados apenas nos últimos 10 anos?

  3. Adriano Diz

    O Plano Real foi implantado no governo de Itamar Franco, não no de FHC.

  4. ABALEN ISRAEL ABIRACHED Diz

    Fiquei 20 anos pagando sobre 20 salários antes de 1994, o que corresponde a 40 anos contribuindo sobre 10 salários, logo tinha que estar aposentado pelo teto, porém, só recebo um salário mínimo de aposentadoria. Alguém consegue me dar um adjetivo para isso???

  5. Dario Diz

    “Revisão da Vida toda”. Se é para a “vida toda”, deveria contemplar aqueles que aposentaram e depois voltaram a trabalhar e contribuir para a Previdência. Este é o meu caso. Faz 5 anos que voltei a trabalhar e é descontado nos meus contra cheques o valor máximo.

  6. edmilsommuniz01@gmail.com Diz

    vai ser preciso colocar um advogado nesta causa da revisao

  7. IVANI VIEIRA DUARTE Diz

    A gente que trabalhou uma vida toda é possível que tenha algum direito !

  8. Elcio Silva Diz

    Boa tarde Aécio de Paula, tenho 62 anos e vivi na pratica as mudanças econômicas e chego a seguinte conclusão: O governo sempre vai reclamar que haverá rombo nas contas públicas ademais desde o governo Fernando Henrique o trabalhador vem pagando as contas da administração pública seja dinheiro mal aplicado, obras começadas e paradas, corrupção etc…etc…!
    Gostaria de poder fazer as contas para saber o quanto o governo lucrou nesse tempo todo e essa Revisão da Vida toda vai deixar muita gente de fora e a correção não acompanha a verdadeira inflação pois o governo quando diz que a inflação foi 1,5 ele joga para menos e diz que foi 0,8.
    GOVERNO FEDERAL devolva o dinheiro do trabalhador!

  9. Rogério Morais Diz

    Nunca vi e nem li un texto tão confuso e atrapalhado, desde o inicio.
    Não foi escrito por profissional.

  10. ANTONIO CARLOS SILVA Diz

    Estou entre os aposentados que já entrou com pedido de revisão e acho que devem julgar favorável porque se financiamos a eleição de gente que eu quero longe do governo porque não beneficiar quem trabalhou uma vida toda parabéns STF e ministro Alexandre de Moraes.

  11. Adolfo Diz

    HOJE O SALÁRIO MÍNIMO DEVERIA SER DE R$ 6.000,00(SEIS MIL REAIS), NÃO R$ 1.212,00. TRABALHADOR PERDEU EM “UM SALÁRIO MÍNIMO” DO CRUZADO DOIS MILHÕES E DO REAL HUM MILHÃO E MEIO. QUANTO À APOSENTADORIAS, FHC FEZ A LEI EM 99 PARA VALER O CÁLCULO APÓS O REAL “DELE”, PARA OS PARLAMENTATES RECEBEREM APÓS DOIS MANDATOS SEM NUNCA PAGAREM INSS, OU SEJA, NÓS PAGAMOS PARA ELES RECEBEREM.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.