Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Imposto de Renda: contestação a partir desta quinta

O contribuinte que foi pego pela malha fina devido ao Imposto de Renda no ano passado, já pode apresentar a sua contestação, isso porque o prazo se iniciou na quinta-feira (07).

Quando a Receita Federal encontra alguma irregularidade na declaração, esta fica retida para verificação de pendências.

Ao todo 910.996 contribuintes caíram na malha fina no ano passado devido a problemas com as informações prestadas, de acordo dados divulgado em de setembro pela Receita.

Veja os principais motivos informados pela receita para que a declaração do Importo de Renda fosse retida:

  • Omissão de rendimentos de titulares e dependentes declarados: 46%;
  • Deduções de despesas médicas: 26%;
  • Divergências entre o IRRF informado na declaração e o informado em DIRF: 21%;
  • Deduções do imposto devido, recebimento de rendimentos acumulados e divergência de informação sobre pagamento de carnê-leão ou imposto complementar: 7%.

Como contestar o Imposto de Renda de 2020?

A solicitação de contestação do Imposto de Renda de 2020 poderá ser feita diretamente pelo  sistema e-Defesa.

Primeiramente será necessário preencher um formulário. A Receita disponibiliza alegações comuns para cada infração. Depois disso, o sistema poderá indicar quais os documentos necessários para seguir com a contestação.

Com a impugnação gerada, o contribuinte terá que entrar no e-CAC. No portal deverá abrir um Dossiê Digital de Atendimento (DDA) do tipo Impugnação de Notificação de Lançamento Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Inserindo para isso a defesa e os documentos necessários.

Neste ano, a defesa poderá ser apresentada de forma totalmente online, sem a necessidade de comparecimento presencial.

Mais informações sobre a contestação e impugnação podem ser obtidas no portal do governo federal.

Leia também: Gastos no início do ano: confira 5 despesas

O que é o Imposto de Renda?

O Imposto de Renda é um tributo federal e como o próprio nome diz é cobrado através da “renda”. Ou seja, o governo tributa o valor que você ganha e cobra uma porcentagem anual dos seus rendimentos.

A porcentagem cobrada pode variar de acordo com o seu ganho anual.

Para cobrar este tributo, o governo obriga que todos declarem seus bens e seus ganhos. Você também pode declarar despesas médicas e de faculdade.

Há dois tipos de declarações de Imposto de Renda: a completa e a simplificada. De acordo com especialistas, é recomendável que a declaração de Imposto de Renda completa seja feita e caso a simplificada seja mais vantajosa, o programa irá te sinalizar.

Na declaração completa o abatimento é considerado por meio dos seus gastos declarados com saúde, educação, por exemplo. Já na simplificada há uma porcentagem estabelecida para abatimento.

Nem sempre é vantajoso optar pela simplificada, caso seus abatimentos sejam pequenos.

A declaração pode ser feita por um contador, mas também é possível declarar o Imposto de Renda por conta própria.

Também é possível doar parte do Imposto de Renda.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.