Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

História do Brasil: mineração no século XVIII

Você sabe qual a importância dessa atividade para a colônia?

Mineração no século XVIII: compreenda o assunto

No século XVIII, o Brasil conheceu uma nova atividade extremamente lucrativa: a mineração. 

O assunto é abordado com uma frequência muito grande pelas principais provas do país, como aquelas de concursos, vestibulares e a do ENEM.

Mineração no século XVIII: introdução 

Durante parte do período conhecido como “Brasil colônia”, a mineração se tornou uma atividade extremamente lucrativa. É no XVIII que a atividade encontra o seu auge, principalmente na província de Minas Gerais. 

Mineração no século XVIII: contexto histórico

Nos primeiros anos de colonização, as atividades econômicas do país estavam diretamente conectadas ao sistema de plantação, como o da cana-de-açúcar. Isso acontecia porque os portugueses ainda não haviam identificado outras fontes de riqueza no Brasil.

Porém, com a interiorização do território e as descobertas de locais no interior do país pelos bandeirantes, foram descobertas as minas de metais preciosos, principalmente na região em que hoje se localiza o estado de Minas Gerais. É nesse momento, no final do século XVII, que a mineração tem início.

Mineração no século XVIII: a exploração das Minas Gerais

Com a descoberta do ouro na região, inicia-se a criação das cidades no entorno das minas em que eram encontrados os metais preciosos em abundância. Estudos afirmam que, durante esse período, cerca de 50 mil pessoas se mudaram para a região em busca de enriquecimento por meio dos metais. 

Assim, a densidade da população aumentou na região, proporcionando soberania para o local. Além disso, ocorreu também a ida de escravos para a realização do trabalho braçal, tornando a região de extrema importância para a economia do país.

Além da região de Minas Gerais, a mineração ocorreu também, ainda que em menor escala, nos estados atuais de Goiás e Mato Grosso.

Mineração no século XVIII: consequências

As atividades mineradoras provocaram muitas consequências. Dentre elas, podemos citar o surgimento de uma nova estrutura social no país, uma vez que a mobilidade social era, agora, possível por meio do enriquecimento.

Ainda, a nova situação obrigou a Coroa Portuguesa a desenvolver um novo sistema de fiscalização, com o objetivo de controlar a atividade mineradora e fiscalizar as extrações. Assim, as terras eram repartidas para a exploração e cada arrendatário tinha o direito de explorar os minérios daquele local, sempre respeitando as leis impostas pela Metrópole e os impostos cobrados sobre as quantidades de minérios extraídos.

O auge da mineração no século XVIII transformou o Brasil geograficamente e politicamente, tornando Minas Gerais um dos centros comerciais mais importantes do país. É justamente devido à essas mudanças que a província se tornaria, no final do século, palco de uma luta por independência: a Inconfidência Mineira.

7 Comentários
  1. Dias Diz

    A Portugal e o que e hoje ,rica pelas custas das riguezas extraída do Brasil,,também né o Brasil do século XVII era província de Portugal e o que os portugueses puderam sugar sugaram bem legal mesmo…

  2. Waldir Diz

    Não sei qual é a sua fonte de informações, o que os bandeirantes fez pelo interior do território, foi a matança de Índios que são os verdadeiros donos do território e o sequestro e morte de Africanos escravizados, tanto na África como aqui no Brasil. Os Africanos que estavam em MG, foram sequestrados na Costa da Mina, porque tinham a tecnologia ou conhecimento,na extração de ouro e outras pedras preciosas e tambem tinham a tecnologia na metalúrgica, agricultura, pecuária, construção civil e etc! O tráfico negreiro tinha interesses muito além da força braçal Africana.

  3. Paulo Diz

    Em Iporanga-SP, temos a ruína do Garimpo de Santo Antônio, que segundo registros, foram extraídos m<to ouro em aluvião, isso nos anos 1570 até 1580

  4. Elias Diz

    Ótima matéria
    Bons comentarios

    Mas enquanto tiver eleitores politicamente ignorantes ,vamos continuar na mesma
    A 30 anos Não voto em ninguém pois não existe um sequer que mereça o meu voto

  5. Leandro Molgao da Silva Diz

    Onde a ladroagem começou, só tinha safado, ladrão e aproveitadores, aproveitando a mão de obra escrava e entregando as riquezas para o crescimento da Europa. Típico governo brasileiro não dá oportunidades para os trabalhadores e ainda enriquece quem não precisa. Tudo errado desde o início no Brasil. Infelizmente o Brasil não tem jeito só tem corruptos no poder.

  6. Wilson Diz

    Muito bom, objetivo, pontual.

  7. Valdir hilário de Araujo Diz

    Gostei da matéria,,,bem interessante, conhecimento nunca é demais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.