Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

História do Brasil: Governo de Jânio Quadros

Um resumo sobre o tema

Governo de Jânio Quadros: um resumo

O determinado “governo de Jânio Quadros” se refere ao período entre os anos de 1960 e 1961, no qual Jânio Quadros ocupou a presidência do país.

O assunto é abordado com grande frequência pelas principais provas brasileiras, com um destaque para os vestibulares e a prova do ENEM.

Dessa maneira, para que você se prepare de forma adequada, o artigo de hoje trouxe um resumo com o governo de Jânio Quadros.

Governo de Jânio Quadros: introdução

Jânio Quadros foi eleito presidente do Brasil no ano de 1960, após ganhar as eleições com mais de 5 milhões de votos. 

Governo de Jânio Quadros: antecedentes

Na época da eleição de Quadros, o país enfrentava uma grande crise devido aos gastos excessivos, à divida externa e à inflação provocadas pelo presidente antecedente: Juscelino Kubitschek que comandou o Brasil dentre anos de 1956 e 1960.

Na tentativa de resolver os problemas, Jânio Quadros provocou a desvalorização da moeda nacional e diminuiu a oferta de crédito.

Ainda, devemos destacar também o contexto histórico do mundo no momento: a Guerra Fria, conflito indireto entre os Estados Unidos e a União Soviética

Governo de Jânio Quadros: características

Logo no início de seu mandato, Jânio Quadros entregou uma condecoração para Che Guevara: a Grã-Cruz do Cruzeiro do Sul. A premiação que foi destinada ao líder socialista gerou muita insatisfação.

Apesar disso, a democracia no Brasil durante o comando de Jânio foi, de certa forma, fortalecida: o presidente em diversas ocasiões defendeu o povo e os seus direitos.

Jânio também ficou conhecido por suas leis um pouco absurdas: o presidente proibiu rinhas de galo e o uso de biquínis nas praias.

Essas atitudes e outras geraram insatisfação entre a população insatisfeita, o que fez com que Jânio perdesse grande parte de seu apoio popular.

Além disso, o jornalista Carlos Lacerda, famoso por suas ações contra Getúlio Vargas, fez duras críticas ao seu governo. Essa grande pressão e a falta de apoio contribuíram na sua renúncia em 25 de agosto do ano de 1961.    

Depois da sua renúncia, Jânio Quadros voltou ao cenário político somente no ano 1985 e foi eleito prefeito de São Paulo.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.