Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Guedes volta a falar que Auxílio terá mais três meses de prorrogação

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a falar nesta quarta-feira (23) sobre a prorrogação do Auxílio Emergencial. Ele voltou a dizer que o programa vai se estender por mais três meses além do que estava previsto para os pagamentos.

Na semana passada, Guedes disse que a prorrogação do Auxílio iria ser de dois ou três meses a depender do ritmo da vacinação contra a Covid-19 no Brasil. Na ocasião, ele evitou portanto cravar a quantidade de meses que esse aumento teria de fato.

Agora, aparentemente o Governo Federal bateu o martelo. Assim, o Auxílio Emergencial deverá durar até o próximo mês de outubro. Falta apenas portanto a confirmação da informação pelo Presidente Jair Bolsonaro. E isso não deve demorar muito para acontecer.

É que de acordo com o próprio Paulo Guedes, o chefe do executivo fará um pronunciamento ainda nesta semana para fazer o anúncio. Na ocasião, ele deverá dar todos os detalhes sobre essa prorrogação. Então as pessoas ficarão sabendo de algumas informações básicas como os valores que o Governo vai pagar.

Ainda falta saber também quantos brasileiros deverão seguir recebendo o benefício durante os meses de agosto e outubro e se haverá alguma mudança mais drástica em relação aos pagamentos que acontecem neste momento. O Presidente deverá falar sobre tudo isso no pronunciamento.

Bolsa Família

Se a previsão de Guedes se confirmar, então o Auxílio Emergencial deverá empurrar o novo Bolsa Família para o próximo mês de novembro. Dessa forma, dá para dizer que o Governo Federal vai ter um pouco mais de tempo para preparar os detalhes desse projeto novo.

Se por um lado isso é uma boa notícia para algumas pessoas, por outro é uma péssima informação para outras. Quem não está recebendo o Auxílio nem o Bolsa Família, por exemplo, vai ter que esperar mais tempo para tentar uma chance de entrar em um programa social novo.

A tendência é que o novo Bolsa Família faça pagamentos médios de algo em torno de R$ 280. Pode ser um pouco mais ou um pouco menos. O que se sabe mesmo é que a equipe do Ministério da Economia não deve atingir o desejo de Bolsonaro de pagar uma média de R$ 300 para as famílias do projeto.

Auxílio Emergencial

Enquanto o Presidente Jair Bolsonaro não se pronuncia sobre o assunto, resta esperar para saber o que vai acontecer. Nesta semana, independente de qualquer coisa, o Governo vai seguir os pagamentos do novo Auxílio Emergencial normalmente.

Nesta quarta-feira (23), por exemplo, é a vez das pessoas que nasceram no mês de maio receberem o valor da terceira parcela do benefício. Neste primeiro momento, eles só podem mexer no Auxílio de forma digital através do aplicativo Caixa Tem.

Só depois de alguns dias é que eles deverão receber a liberação para fazer os saques. Os valores são os mesmos de sempre. São pagamentos que variam entre R$ 150 e R$ 375 a depender da pessoa. Esses montantes deverão seguir pelos próximos meses.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.