Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Governo cobrará por SMS devolução do auxílio emergencial para 2,6 milhões de brasileiros

Ainda em dezembro, o governo federal deve enviar para 2,6 milhões de brasileiros mensagem por SMS. Essas mensagens serão enviadas para quem recebeu o auxílio emergencial, mas não tem direito ao benefício. O objetivo é solicitar que esses brasileiros cumpram o protocolo de devolução do valor ao governo.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o governo pode repor R$ 1,57 bilhão se os beneficiários devolver ao menos uma parcela de R$ 600 do programa. Os valores estão em ofício divulgado pela Rede Globo. O Ministério da Cidadania prevê que serão enviadas 4,8 milhões de mensagens de celular.

Essas mensagens serão enviadas levando em consideração “a possibilidade de precisarmos enviar uma mensagem de reforço para o público que não proceder com a devolução após o recebimento da 1ª SMS”.

A pasta afirmou ainda que começará a enviar as SMS a partir do fim de semana que vem. O ministério atualmente está aguardando a lista de contatos telefônicos. Esses envios de mensagens para celular devem custar R$ 162 mil para o governo.

No mês passado, o governo divulgou lista de beneficiários irregulares do auxílio emergencial. A lista incluía servidores públicos, brasileiros com renda acima do limite, militares, pessoas com cargos eletivos e até CPFs com irregularidade.

Quem recebe o auxílio emergencial sem ter direito a ele pode responder criminalmente pela infração.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.